20 de julho de 2024
MORTE PRECOCE • atualizado em 04/07/2022 às 09:49

Saiba mais sobre quem era o filho de Ronaldo Caiado, encontrado morto neste domingo (03/07)

Primeira-dama Gracinha Caiado definiu Ronaldo Filho como um "menino carinhoso, dedicado e sempre se preocupava com o próximo”
Ronaldo Filho foi encontrado morto neste domingo (03/07), na fazenda da família, em Nova Crixás. Ele tinha 40 anos. (Foto: Reprodução Instagram)
Ronaldo Filho foi encontrado morto neste domingo (03/07), na fazenda da família, em Nova Crixás. Ele tinha 40 anos. (Foto: Reprodução Instagram)

Segundo filho do governador Ronaldo Caiado com a primeira esposa, Thelma Gomes, Ronaldo Ramos Caiado Filho nasceu em Goiânia no dia 05 de março de 1982. O único filho homem do governador era formado em Administração pela Escola Superior de Propaganda e Marketing (ESPM) de São Paulo, cidade em que viveu até pouco mais de um ano atrás, quando se mudou para Nova Crixás, onde cuidava da fazenda e dos negócios da família. Ele foi encontrado morto neste domingo (03/07).

Em uma homenagem nas redes sociais, a primeira-dama do Estado, Gracinha Caiado, descreveu o enteado como um “menino carinhoso, dedicado e que sempre se preocupava com o próximo”.

Ao portal G1, Adriano da Rocha Lima, primo de segundo grau do governador, definiu Ronaldo Filho como “uma pessoa super do bem, trabalhador, muito na dele, discreto”. Segundo Lima, o filho do governador gostava da vida no campo. 

LEIA TAMBÉM: Caiado se pronuncia pela primeira vez sobre morte de seu filho (diariodegoias.com.br)

Em 05 de março deste ano, o governador homenageou o filho pelo aniversário de 40 anos dele. “Tenho muito orgulho do seu caráter, da sua integridade e do grande homem que você se tornou”, escreveu Caiado. Em resposta à publicação, o filho agradeceu. “Boa parte de tudo que sou vem das valiosas lições que me passou”, disse.

Ronaldo Filho deixa três irmãs: Anna Vitória Caiado, primogênita do governador e também filha do primeiro casamento de Caiado com Thelma Gomes e as filhas de Gracinha Caiado: Marcela e Maria.  


Leia mais sobre: / / / Política