14 de agosto de 2022
Estratégia

Ronaldo Caiado não quer nacionalizar eleições e deve evitar críticas a Lula, diz jornal

Assessores do governador identificam que uma parcela do eleitorado caiadista também vota no ex-presidente do PT, de acordo com o Valor Econômico
Durante a campanha, Ronaldo Caiado tende a evitar críticas tanto a Lula quanto a Bolsonaro (Foto: Reprodução)
Durante a campanha, Ronaldo Caiado tende a evitar críticas tanto a Lula quanto a Bolsonaro (Foto: Reprodução)

De olho na reeleição, o governador Ronaldo Caiado (União Brasil) “quer evitar a nacionalização da disputa estadual”, de acordo com reportagem do jornal Valor Econômico.

“Seus assessores identificam que uma parcela de seu eleitorado, principalmente das classes C e D, vota no ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT)”, afirma o texto.

LEIA TAMBÉM: Eleitor de Lula pode votar em Caiado, avalia presidente do Instituto Verus

Continua após a publicidade

“Em algumas sondagens, Lula aparece em empate técnico com Bolsonaro, embora Goiás já tenha se projetado como um dos eleitores mais bolsonaristas. Por isso, na campanha, Caiado evitará ataques tanto a Lula quanto a Bolsonaro”, diz outro trecho.

Conforme o Diário de Goiás já havia mostrado, prefeitos e secretários municipais da base caiadista estão em busca de uma dobradinha com o ex-presidente petista justamente em razão desse cenário.

Oficialmente, Caiado apoiará a candidatura presidencial do União Brasil, que definiu o nome da senadora Soraya Thronicke, mas a tendência é a de que o governador, de fato, não esteja tão envolvido no pleito nacional.

Continua após a publicidade