12 de agosto de 2022
Base governista

Ronaldo Caiado diz que não sabe se terá condições de estar no palanque de todos os candidatos a senador

"Peço que tenham humildade de saber quais são as chances que cada um tem", afirmou o governador
Há cinco nomes que querem disputar o Senado pela base de Ronaldo Caiado, que não tem intenção de interferir no processo (Foto: Reprodução)
Há cinco nomes que querem disputar o Senado pela base de Ronaldo Caiado, que não tem intenção de interferir no processo (Foto: Reprodução)

Em meio a um cenário de possíveis candidaturas isoladas, o governador Ronaldo Caiado (União Brasil) disse que não sabe se conseguirá estar no palanque de todos os nomes que pretendem disputar o cargo pela base governista.

“Querendo ou não, candidatura pulverizada vai ter uma amplitude de palanque que eu não sei se nós daremos conta de atender a todos eles em todos os momentos de uma campanha de apenas 43 dias”, afirmou, em entrevista à CBN Goiânia.

Apesar dessa declaração, o governador optou por não sinalizar uma preferência sobre uma só candidatura na chapa majoritária ou várias candidaturas isoladas. Segundo ele, não se pode interferir em uma decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Continua após a publicidade

“Não é justo que repassem para as mãos do governador uma decisão que não é do governador. É uma decisão partidária”, declarou. “Peço que se entendam, tenham humildade de saber quais são as chances que cada um tem, de que maneira pode se ter uma campanha compartilhada, de que maneira nos podemos avançar nesse acordo.”

LEIA TAMBÉM: Pesquisa Serpes: Marconi lidera disputa ao Senado em Goiás com 19,1% e Delegado Waldir com 13,4%

No momento, há cinco pré-candidatos ao Senado pela base caiadista: Delegado Waldir (União Brasil), Zacharias Calil (União Brasil), Alexandre Baldy (Progressistas), Lissauer Vieira (PSD) e Luiz Carlos do Carmo (PSC).

Continua após a publicidade