09 de agosto de 2022
Economia

Rombo das contas públicas em fevereiro é o menor em três anos

O bom desempenho da arrecadação evitou, no mês passado, um rombo maior das contas públicas.

Continua após a publicidade

O déficit primário (receitas menos despesas antes do pagamento de juros) somou R$ 19,3 bilhões em fevereiro, resultado 28,8% menor do que o do segundo mês do ano passado.

Foi o menor saldo negativo para meses de fevereiro desde 2016.

O dado foi divulgado nesta terça-feira (27) pelo Tesouro Nacional.

Continua após a publicidade

Tradicionalmente, meses de fevereiro apresentam déficits, já que há transferências de impostos a Estados e municípios e pagamento de royalties, além de quitação de abono salarial.

Ajudada pela recuperação da economia, pelo Refis e pelo aumento da alíquota do PIS/ Cofins dos combustíveis, a receita líquida totalizou R$ 78,1 bilhões, alta de 10% em relação ao mesmo período de 2017.

Já as despesas somaram R$ 97,4 bilhões, uma leve queda de 0,6% na mesma comparação.

No acumulado em 12 meses, o déficit acumulado é de R$ 106,2 bilhões. A meta para o ano é de um déficit de R$ 154,8 bilhões.

Previdência

No mês passado, o déficit do Regime Geral de Previdência Social somou R$ 14,4 bilhões, montante 4% maior do que o registrado em fevereiro de 2017. 

No mesmo período, o Tesouro Nacional e o Banco Central tiveram um deficit de R$ 4,8 bilhões, 63% menor do que no ano passado. (Folhapress)

Leia mais:

Leia mais sobre:
Economia