07 de agosto de 2022
Benefício • atualizado em 04/08/2022 às 16:46

Rogério Cruz publica portaria que garante auxílio de R$ 1 mil para taxistas de Goiânia

A partir do dia 16 de agosto, o governo federal começa a pagar o Auxílio Taxista. O limite máximo de cada parcela é de R$ 1 mil
974 já estão taxistas goianos já estão aptos para receber o dinheiro. (Foto: Reprodução).
974 já estão taxistas goianos já estão aptos para receber o dinheiro. (Foto: Reprodução).

O prefeito de Goiânia, Rogério Cruz assina, na tarde desta quinta-feira (4), portaria que prorroga até 31 de dezembro de 2022, o prazo para taxistas cadastrados na Secretaria Municipal de Mobilidade (SMM), que se encontram com licenciamento vencido a partir do dia 1º de janeiro de 2020, procedam com as devidas regularizações.

Nas redes sociais o prefeito ressalta que prorrogou a permissão para que taxistas da capital não fiquem sem o benefício. ”Dia de notícia boa. Vou publicar portaria que garante que 942 taxistas de Goiânia recebam o auxílio de R$ 1 mil do governo federal. Outros 974 já estão aptos para receber o dinheiro”, frisa o prefeito.

Auxílio Taxista

A partir do dia 16 de agosto, o governo federal começa a pagar o Auxílio Taxista. O limite máximo de cada parcela é de R$ 1 mil. A previsão é que o pagamento das seis parcelas do auxílio aos taxistas de todo o País seja realizado até dezembro deste ano.

Continua após a publicidade

LEIA TAMBÉM: Postos de combustíveis começam a reduzir preço dos insumos em Goiânia e Região Metropolitana

O valor e o total de parcelas do benefício poderão ser ajustados de acordo com o número de beneficiários cadastrados, respeitando o limite global disponível para o pagamento do auxílio, segundo o Ministério do Trabalho e Previdência.

O benefício faz parte do pacote social pré-eleitoral criado pela chamada PEC Kamikaze, promulgada pelo Congresso no dia 14 de julho. Entre outros pontos, a emenda constitucional aumentou o valor do Auxílio Brasil de R$ 400 para R$ 600, ampliou o vale-gás e criou um “voucher” para caminhoneiros e um auxílio para taxistas. O custo total do pacote pré-eleitoral chega a R$ 41,2 bilhões.

Continua após a publicidade