25 de junho de 2022
Educação

Rogério Cruz anuncia reajuste salarial para professores e administrativos

A categoria receberá também, mensalmente, um vale locomoção no valor de R$ 300
Os servidores administrativos da Educação também serão beneficiados com o pacote. (Foto: Fernando Leite)
Os servidores administrativos da Educação também serão beneficiados com o pacote. (Foto: Fernando Leite)

O prefeito Rogério Cruz, sancionou nesta segunda-feira (16), a  lei que reajusta o salário dos servidores públicos administrativos e professores da rede municipal de Goiânia em 15%. O texto também propõe o pagamento da data-base de 2020 e 2021, que reajusta em 9,32% a remuneração dos servidores públicos administrativos do município. “Chegamos a um acordo”, comenta Rogério Cruz.

O projeto também garante aos professores aumento de 50% no valor do auxílio locomoção, e 15% na gratificação de regência, destinada aos profissionais que atuam em sala de aula. Os servidores administrativos da Educação também serão beneficiados com o pacote. Além do reajuste salarial de 9,32%, a categoria receberá, mensalmente, um vale locomoção no valor de R$ 300.

O reajuste salarial dos profissionais da Educação em Goiânia acontece após greve dos professores por 29 dias. Na ocasião, mais de 60 escolas da capital aderiram à greve. A paralisação foi encerrada no dia 12 de abril, após uma assembleia realizada na Praça do Trabalhador.

Continua após a publicidade

A presidente do Sintego afirma que a categoria estava ansiosa para receber o reajuste salarial e ter mais tranquilidade, tanto os servidores administrativos, quanto os professores. “Agradecemos pelo empenho do prefeito Rogério Cruz. Saber que o reajuste já vai entrar na folha de pagamento ameniza a
ansiedade da categoria”, pontua Bia de Lima.

Leia também: