28 de junho de 2022
Cidades

Rio Verde libera parte do comércio a partir do dia 27; restaurantes, bares e academias seguem fechados

Decreto publicado pela prefeitura de Rio Verde na segunda-feira (20) permite a abertura de parte do comércio a partir da próxima semana. No entanto, boa parte das atividades continuam sem poder abrir as portas para evitar a disseminação do novo coronavírus no município.

Além de estabelecimentos com funcionamento já autorizado pelo decreto estadual, como lava jatos, barbearias, salões de beleza e clínicas e consultórios, estão liberadas lojas de vestuário e calçados, por exemplo.

Estão proibidos de funcionar locais como shoppings, camelódromos, cinemas, galerias, clubes, bares, restaurantes, academias e outros estabelecimentos que causam aglomerações. Para esses segmentos, o prefeito Paulo do Vale (DEM) pediu a elaboração de um plano de contingenciamento informando como pretendem atender durante a epidemia. Depois de apresentado esse plano, a prefeitura analisará a possibilidade de reabertura.

Continua após a publicidade

Para os estabelecimentos que poderão funcionar, os empresários precisarão firmar um termo de compromisso, disponível no site da prefeitura. O documento deve ser preenchido pelo responsável legal e afixado no ambiente comercial em local visível. É exigido o cumprimento de normas sanitárias, como uso de máscaras, higienização frequento do ambiente de trabalho e disponibilização de álcool em gel 70%.

Rio Verde tem 13 casos confirmados de Covid-19, dos quais oito estão curados. Há dois pacientes internados e dois em isolamento. A cidade teve uma morte por complicações da doença. Oito pessoas aguardam resultados de exames.