25 de maio de 2022
Economia

Restaurantes de Goiânia protestam contra carga tributária

Nessa sexta-feira (25) é comemorado o Dia Nacional de Respeito ao Contribuinte e da Liberdade de Impostos. A data, que é lembrada em todo o país, corresponde ao dia exato em que o brasileiro encerra o período de trabalho para pagamento de tributos. Para marcar o dia e fazer um alerta ao quanto os impostos pesam no bolso do goiano, cerca de 20 restaurantes da capital promovem hoje a venda de pratos e almoços executivos com 32% de desconto. O cardápio faz parte do festival Brasil Sabor. O percentual descontado faz referência ao peso médio de tributos pagos por uma refeição.
Em Goiás, o protesto é da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel), em parceria com a Confederação Nacional dos Jovens Empresários (Conaje), Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), Instituto Millenium e entidades empresariais. A manifestação faz parte da programação do festival Brasil Sabor, que teve início na última semana e vai até o dia 17 de junho.
De acordo com o presidente da Abrasel, Rafael Campos Carvalho, a arrecadação do setor em subiu de R$ 14 milhões em 2007 para 30 milhões em 2010, último levantamento oficial. “Segundo pesquisa do Dieese, Goiânia é a 10ª colocada nas cidades que apresentam a Cesta Básica mais cara. Para comprá-la, os goianos precisam trabalhar 95h44min. Precisamos repensar o peso dos impostos sobre o custo dos alimentos, principalmente para a população de baixa renda e, sobretudo, cobrar maior eficiência dos governos na aplicação dessas arrecadações”, reforça. Em todo o Brasil, cerca de 200 restaurantes fazem a mobilização.
Confira a lista dos participantes:

Leia mais sobre:
Economia