30 de maio de 2024
Mundo • atualizado em 13/09/2022 às 14:17

Renzo Gracie é atacado em metrô nos EUA por falar português

(Foto: Reprodução / Vídeo)
(Foto: Reprodução / Vídeo)

Um caso de preconceito foi registrado no metrô de Nova York na última semana. Renzo Gracie, lutador brasileiro de jiu-jítsu e uma das referências do esporte no Brasil, sofreu preconceito e foi atacado por um homem desconhecido nos Estados Unidos. Segundo a página Choke Lab no Instagram, o motivo da agressão teria sido pelo atleta ter falado português em voz alta.

Gracie voltava da academia com um companheiro de jiu-jítsu quando foi abordado pelo desconhecido no metrô da principal cidade dos Estados Unidos. “Fale inglês aqui”, gritou o homem, que acusou o lutador de estar falando mal dele em português, língua que ele não compreende.

Em vídeo publicado nas redes sociais é possível observar que Gracie luta com o agressor por alguns instantes. Segundo a “Choke Lab”, o brasileiro conseguiu ‘estrangular’ e imobilizar o homem. Além disso, fez com que ele se desculpasse pelos ataques verbais.

“Eu não consigo respirar, não consigo respirar”, esbravejou o agressor. Após ouvir o pedido de desculpas, Renzo Gracie teria apaziguado a situação, falando calmamente com o homem, que vestia uma camiseta branca. “Você vê, é um cara legal. Por que está fazendo isso (sendo preconceituoso)? Por que você é tão indelicado?”, disse o lutador brasileiro pós ouvir o pedido de desculpas.

Em suas redes sociais, Gracie comentou o fato em vídeo publicado pela página. “Não houve luta, apenas um momento educacional”, disse. Apesar de não falar sobre o episódio em seu perfil, o brasileiro compartilhou um vídeo de Rener Gracie, lutador da família.

“Se alguém tiver contato com o agressor, avise que não estamos procurando por ele, pois Renzo já lhe deu a lição mais importante que ele vai receber na vida”, dizia a postagem.

Fonte: Estadão.


Leia mais sobre: / / Mundo