27 de maio de 2024
DIAGNÓSTICO

Rei Charles III recebe diagnóstico de câncer e diz estar “totalmente confiante”

Informação foi divulgada pelo Palácio de Buckingham na segunda (5)
Em janeiro, o rei Charles III havia passado três noites no hospital. (Foto: Royal Family)
Em janeiro, o rei Charles III havia passado três noites no hospital. (Foto: Royal Family)

O rei Charles III recebeu diagnóstico de câncer, informação divulgada pelo Palácio de Buckingham, no Reino Unido, nesta segunda-feira (5). O tipo de câncer não foi informado, mas o monarca já começou o tratamento e está “totalmente confiante”, esperando retornar o mais rápido possível às obrigações públicas.

Em janeiro, o rei Charles III havia passado três noites no hospital e foi submetido a um procedimento corretivo para próstata aumentada e, de acordo com o Palácio, um problema paralelo foi identificado durante os exames. Apesar de não especificar o tipo de câncer, o comunicado afirmou não se tratar de câncer de próstata, mas que nenhuma informação seria compartilhada por agora.

“Sua Majestade iniciou hoje um cronograma de tratamentos regulares, durante os quais foi aconselhado pelos médicos a adiar suas atividades públicas. Durante este período, Sua Majestade continuará a realizar negócios de Estado e documentos oficiais como de costume”, disse o Palácio de Buckingham.

Portanto, o rei Charles III manterá as reuniões com o primeiro-ministro Rishi Sunak, enquanto a rainha Camilla, esposa do monarca, o representará nos compromissos.

A família real costuma ser discreta quanto a detalhes de saúde, considerando isso uma questão privada, mas o rei Charles III decidiu compartilhar o diagnóstico. “Sua Majestade escolheu compartilhar seu diagnóstico para evitar especulações e na esperança de que possa ajudar a compreensão pública para todos aqueles ao redor do mundo que são afetados pelo câncer”, afirmou o comunicado.

Quem assume o trono?

Caso o rei Charles III tenha que ser afastado para tratar a doença, é previsto na Constituição do Reino Unido que um conselho de Estado deve ser nomeado para ocupar o lugar do rei. O conselho, atualmente, tem quatro membros, sendo a rainha Camilla, esposa de Charles; príncipe William, filho mais velho; princesa Anne, irmã; e o príncipe Edward, que é irmão.

Os príncipes Harry e Andrew não fazem parte do conselho e não podem ser convocados porque não podem trabalhar em funções reais, apesar de ainda serem da realiza. Já William ficou afastado de compromissos públicos porque Kate Middleton está se recuperando de uma cirurgia abdominal, devendo voltar ao trabalho em 7 de fevereiro.


Leia mais sobre: / / / / / Mundo

Maria Paula

Jornalista formada pela PUC-GO em 2022 e MBA em Marketing pela USP.