25 de julho de 2024
Josiane Coutinho

Região Centro-Oeste registra o maior número de homicídios contra jovens do Brasil

 

De acordo com levantamento publicado nesta quinta-feira (18) pelo Centro de Estudos Latino-Americanos, a violência contra jovens no Brasil cresceu nas últimas três décadas. O Mapa da Violência 2013: Homicídio e Juventude no Brasil aponta que entre 1980 e 2011 as mortes não naturais e violentas de jovens, como acidentes, homicídio ou suicídio, cresceram 207,9%. Se os homicídios forem considerados, o aumento chega a 326,1%.

Segundo as informações, a Região que registrou a maior taxa foi a Centro-Oeste com 69%, o menor percentual fica com a Sudeste com 57% que conseguiu a maior queda nos últimos 15 anos, – 86,3%. Natal, capital do Rio Grande do Norte concentra o maior número de crimes com 267,3%.

Apesar dos avanços realizados nas diversas áreas, os dados mostram que eles ainda são insuficientes, já que de 34,5 milhões de jovens com idades entre 14 e 25 anos que morreram em 2011, 73,2% foi de forma violenta, sendo o homicídio a principal causa. Em 1980 a taxa era de 52,9%.

O levantamento destaca que a omissão do governo e da sociedade diante dos fatos contribui para o crescimento dos números, e salienta ainda que, o esquecimento e a inércia passam de forma fácil à condenação, o que representa um passo pequeno para a repressão e punição dos crimes.

 


Leia mais sobre: Josiane Coutinho