18 de abril de 2024
META BATIDA

Refis 2023 encerra com mais de R$ 333 milhões em débitos tributários renegociados

O Programa de Recuperação Fiscal da Prefeitura de Goiânia possibilitou a renegociação de 92 mil contratos em 51 dias de operação
Foto: Sefin
Foto: Sefin

O Programa de Recuperação Fiscal, Refis 2023, encerrou na última sexta-feira (15) com 92 mil contratos firmados, gerando mais de R$ 333 milhões em débitos tributários renegociados. A ação organizada pela Secretaria Municipal de Finanças (Sefin) da Prefeitura de Goiânia estabeleceu negociações de dívidas como IPTU, ISS, ITU e outras taxas.

Conforme a Sefin, a adesão ao programa possibilita investimentos em áreas estratégicas e prioritárias, promovendo o desenvolvimento econômico e social do município. O Refis é uma das fontes de arrecadação mais importantes da prefeitura.

Pagamento a vista

Este ano, do total de renegociações, cerca de R$ 89 milhões foram pagos à vista e também como primeira parcela por quem optou em dividir a negociação.

De acordo com o Secretário de Finanças, Vinícius Henrique Alves, o objetivo do programa foi positivamente alcançado. “Conseguimos atingir nossos objetivos, proporcionando ao contribuinte condição de quitar débitos com o município e incrementar a receita para continuar investindo no desenvolvimento de Goiânia”, destacou.

O Refis 2023 foi realizado entre os dias 25 de outubro e 15 de dezembro, no Mercado Central da rua 3, e nas Agências do Atende Fácil, conforme o Projeto de Lei aprovado pela Câmara Municipal, que concedeu desconto de 99% sobre multas e juros para o pagamento à vista. Os contribuintes também puderam parcelar a dívida em até 60 vezes com descontos entre 70% e 90%.


Leia mais sobre: / / Economia / Geral / Goiânia

Luana Cardoso

Luana

Estagiária de Jornalismo do convênio entre a UFG e o Diário de Goiás.