29 de maio de 2024
Via em obras • atualizado em 02/01/2024 às 17:53

Recapeamento da Avenida 85 vai afetar trânsito de Goiânia por 120 dias, estima Prefeitura

Serão revitalizados 9,08 quilômetros, considerando os dois sentidos da via. Obras fazem parte do Programa 500km, da Prefeitura de Goiânia
Os trabalhos serão realizados durante o período noturno para amenizar transtornos. Foto: Reprodução
Os trabalhos serão realizados durante o período noturno para amenizar transtornos. Foto: Reprodução

A Prefeitura de Goiânia vai lançar, nesta quarta-feira (3), as obras de recapeamento da Avenida 85. A revitalização asfáltica faz parte do Programa 500 km, da Prefeitura de Goiânia. A previsão é de que as obras na região sejam concluídas no prazo máximo de 120 dias.

Nesta quarta (3), o prefeito Rogério Cruz assinará a ordem de serviço que autoriza o início das obras. A solenidade acontecerá às 9h30 no encontro da Avenida Ricardo Paranhos com a Avenida 85, no setor Marista. De acordo com o projeto, a revitalização asfáltica da Avenida 85, bem como as Avenidas Independência e T-9 eram prioridade, devido a importância das vias para o trânsito da capital.

Conforme a Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seinfra) os trabalhos serão realizados durante o período noturno para evitar maiores transtornos no trânsito. Considerando os dois sentidos da via, serão revitalizados 9,08 quilômetros. O projeto de recapeamento da Avenida 85 está estimado em R$ 7.568.182,08.

O Programa 500 km vai realizar a reconstrução asfáltica de 500 quilômetros de vias de Goiânia, percorrendo 100 bairros da cidade e revitalizando 600 ruas e avenidas. Além da Avenida 85, estão previstas para os próximos meses a entrega das obras de reconstrução asfáltica da Avenida Fonte Nova, no Jardim Fonte Nova, e da Rua GB-19, no Jardim Guanabara III. Ambas as vias vão receber cinco centímetros de asfalto, garantindo melhor trafegabilidade, segurança e durabilidade do pavimento.


Leia mais sobre: / / Cidades

Luana Cardoso

Luana

Estagiária de Jornalismo do convênio entre a UFG e o Diário de Goiás.