28 de junho de 2022
Vila Nova Futebol Clube

Rafael Santos defende dois pênaltis e coloca o Vila Nova na 3ª Fase da Copa do Brasil

Goleiro Rafael Santos. (Foto: Divulgação Bahia)
Goleiro Rafael Santos. (Foto: Divulgação Bahia)

Um teste para os corações colorados em Patos de Minas. O Vila Nova após empate no tempo normal em 2 a 2, venceu na disputa por pênaltis o URT-MG pelo placar de 5 a 4, após 16 cobranças. O Tigrão avançou para a 3ª Fase da Copa do Brasil e ganha uma premiação de 1 milhão 450 mil reais. 

Continua após a publicidade

O atacante Michel Douglas fez seu primeiro gol com a camisa colorada aos 21 minutos do 1º Tempo e colocou a equipe goiana em vantagem. O empate dos mineiros aconteceu aos 10 minutos da etapa final com Juninho Potiguar.

Danilo que começou no banco de reservas e entrou no lugar de Capixaba, colocou o Tigrão na frente após receber um presente do goleiro Marcão que estava contundido e tentou sair jogando, errou o passe e o meia marcou o gol aos 38 minutos. Quatro minutos depois, em cobrança de falta, Cascata colocou no ângulo e empatou novamente o jogo.

Tudo igual e a disputa da vaga para os pênaltis. Danilo, Denner e Gastón erraram as cobranças para  Vila Nova. O URT teve duas oportunidades para sacramentar a classificação, mas desperdiçou com Marcos Vinícius e Reis. 

Continua após a publicidade

Nas cobranças alternadas o Vila Nova foi perfeito e no chute de Derli, o goleiro Rafael Santos fez a defesa que garantiu a equipe vermelha na sequência da Copa do Brasil. 

Ficha Técnica – URT 2×3 Vila Nova (Pênaltis 4×5)

Local – Estádio Zema Maciel, em Patos de Minas-MG

Árbitro: Dyorgines José Padovani de Andrade (ES)

Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Vanderson Antônio Zanotti (ES)

URT – Marcão; Rodney, Gladstone, Marcos Vinícius e Djalma Silva; Diogo Orlando, Derli, Patrick (Cascata) e Rafael Oller; Juninho Potiguar (Douglas Maia) e Reis. Técnico: Ito Roque

Vila Nova – Rafael Santos; Tiago Cametá, Patrick, Philipe Maia e Gastón; Wellington Reis, Neto Moura e Alan Mineiro; Capixaba (Danilo), Michel Douglas (Denner) e Erick (Keké). Técnico: Eduardo Baptista