08 de dezembro de 2023
ENTREVISTA • atualizado em 24/08/2023 às 12:58

Rafael Lara reforça foco na gestão da OAB, evita falar em reeleição e descarta candidatura a Prefeitura de Goiânia

Presidente da OAB-GO destaca que seu foco é principalmente, fazer uma boa gestão na entidade classista
Rafael Lara, presidente da OAB-GO (Foto: Reprodução/DG)
Rafael Lara, presidente da OAB-GO (Foto: Reprodução/DG)

O presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-GO), Rafael Lara, em entrevista ao Diário de Goiás publicada nesta quinta-feira (24/08) destacou que não pretende no momento entrar na vida político partidária. Sequer é filiado a partido político e acredita que as sondagens que recebeu para disputar a Prefeitura de Goiânia no ano que vem refletem sua boa gestão frente à entidade classista.

Por isso, também evita falar em projeto de reeleição frente a OAB. Quer evitar precipitações na campanha. “Eu costumo dizer que no meio de uma gestão não se fala de campanha, nem de eleição. Acho que a gente tem que trabalhar e  mostrar para o que a gente for eleito. Ano de eleição é no ano que vem”, salienta. 

Leia Também

A resposta, apesar de protocolar, não é nem de longe um retorno “de candidato” como se pode sugerir. “É um discurso verdadeiro. Eu explico: se a gente começa a discutir política, se é ou não candidato, começa a parecer que tudo que você está fazendo é por conta de uma campanha eleitoral. Isso é muito ruim para a advocacia. Eu preciso ter a independência e autonomia para trabalhar sem pensar numa campanha”, destaca.

Rafael Lara também destaca que não almeja, no momento, uma candidatura à Prefeitura de Goiânia. E lê o que chama de ‘acenos’ como um reconhecimento da sua administração a frente da OAB-GO. “Essa boa gestão feita pela OAB faz com que as pessoas lembrem do nosso nome para a gestão em outros lugares”, destaca.

Mas Rafael garante ter “compromisso com a advocacia”. “Estou na minha primeira gestão da ordem. Temos muito a fazer em prol da categoria. E pela Ordem temos muito a fazer por Goiânia, que é a cidade que eu amo, nasci e encanta. Que eu quero ver cada vez mais forte, maior, crescendo tanto e isso pode ser feita aqui pela OAB. Como a advocacia sempre fez. Tenho até uma responsabilidade maior de cuidar da advocacia em todo o estado e municípios”, destaca.


Leia mais sobre: Política

Altair Tavares

Editor e administrador do Diário de Goiás. Repórter e comentarista de política e vários outros assuntos. Pós-graduado em Administração Estratégica de Marketing e em Cinema. Professor da área de comunicação. Para contato: [email protected] .