24 de junho de 2024
Cidades

Quatro PMs são indiciados por morte de advogado Davi Sebba

A Polícia Civil indiciou quatro policiais militares pela morte do advogado Davi Sebba, morto no estacionamento de um supermercado no setor Sudoeste, em julho do ano passado. O inquérito, concluído pelo delegado Murilo Polati, titular da Delegacia de Investigações de Homicídios (DIH) depois de 11 meses de investigação, descartou a versão dos PMs, de que teria ocorrido uma troca de tiros que culminou na morte da vítima.

Os soldados Jonathas Atenevir Jordão e Luiz Frederico de Oliveira, o tenente Edinailton Pereira de Souza e o capitão Durvalino Câmara foram indiciados pelo assassinato.

À época, chegou a ser divulgado que Davi seria usuário de drogas e faria parte de uma quadrilha de traficantes, o que foi refutado pela família da vítima.


Leia mais sobre: Cidades