18 de abril de 2024
Proteção ao Torcedor

Quatro integrantes de torcida organizada do Goiás são presos na Operação Quebra Caixote

O grupo é suspeito de envolvimento em suposta emboscada que aconteceu em dezembro de 2023 e vitimou três pessoas, que foram espancadas
A Operação Quebra Caixote cumpriu quatro mandados de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão (Foto: Divulgação/PCGO)
A Operação Quebra Caixote cumpriu quatro mandados de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão (Foto: Divulgação/PCGO)

Quatro integrantes da associação criminosa “Quebra Caixote”, vinculada à “Torcida Força Jovem Goiás” foram presos na última segunda-feira (19), em Goiânia, por emboscada que vitimou três pessoas de torcida rival. A ação foi realizada pelo Grupo Especial de Proteção ao Torcedor, da Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Geprot/Deic), na Operação Quebra Caixote.

Na ocasião, a equipe cumpriu quatro mandados de prisão preventiva e cinco de busca e apreensão contra integrantes da associação. Os presos são investigados por associação criminosa, roubo majorado com emprego de arma de fogo e lesão corporal.

Conforme detalhado pelo delegado Samuel Moura, as investigações são referentes a uma emboscada ocorrida no mês de dezembro de 2023, em um bar no Setor Leste Universitário, em Goiânia. À época, o grupo investigado teria agredido severamente um torcedor rival e levado seus pertences. Durante a ação, ainda espancaram duas outras pessoas, que sofreram diversas lesões corporais ao tentar socorrer a vítima inicial.

De acordo com o delegado, com os presos foi encontrado o celular de uma das vítimas, além de armas e materiais da torcida do Goiás. “Durante a operação policial, foram presos os quatro investigados iniciais, além da prisão em flagrante do receptador do aparelho celular subtraído da vítima. Foram apreendidos arma de fogo, armas brancas e veículo automotor utilizado nos crimes, aparelhos celulares e vasto material ligado a torcida organizada”, explicou Samuel Moura.


Leia mais sobre: / / Cidades

Luana Cardoso

Luana

Estagiária de Jornalismo do convênio entre a UFG e o Diário de Goiás.