27 de maio de 2024
Turismo • atualizado em 28/04/2024 às 12:29

Saiba quais são as 20 cidades de Goiás que mais faturaram com turismo

Sete municípios do Entorno do Distrito Federal estão no top 20 dos que mais arrecadaram dentro das atividades turísticas em Goiás
Rio Quente aparece em segundo lugar, atrás de Goiânia e à frente de Caldas Novas. (Foto: divulgação)
Rio Quente aparece em segundo lugar, atrás de Goiânia e à frente de Caldas Novas. (Foto: divulgação)

Dados do Painel do Turismo Goiano apresentaram, nesta semana, as cidades do Estado que mais proporcionaram a movimentação dinheiro proveniente do turismo em Goiás desde 2018. A Plataforma do Observatório da Agência Estadual de Turismo (Goiás Turismo), em parceria com o Instituto Mauro Borges (IMB), começou a ser alimentada com dados do setor.

Em relação à lista, na íntegra, Goiânia fica em primeiro lugar, acumulando R$ 562,5 milhões em dinheiro vindo do turismo. No pódio, o segundo e terceiro lugar ficam, respectivamente, com Rio Quente (R$ 64,4 milhões) e Caldas Novas (R$ 54,8 milhões). Veja a lista abaixo:

Goiânia – R$ 562,5 (em milhões)
Rio Quente – R$ 64,4
Caldas Novas – R$ 54,8
Anápolis – R$ 38,5
Aparecida de Goiânia – R$ 27,5
Rio Verde – R$ 26,9
Abadiânia – R$ 15,1
Valparaíso de Goiás – R$ 14,7
Catalão – R$ 13,6
Alexânia – R$ 13,2
Formosa – R$ 10,7
Jataí – R$ 9,7
Itumbiara – R$ 9,7
Cristalina – R$ 8,9
Pirenópolis – R$ 7,7
Mineiros – R$ 6,7
Luziânia – R$ 5,1
Quirinópolis – R$ 4,3
Campos Belos – R$ 4,3
Águas Lindas de Goiás – R$ 4,1
Cezarina – R$ 3,9

Vale ressaltar que, pelas informações, há sete municípios do Entorno do Distrito Federal que estão no top 20 que mais arrecadaram dentro das atividades turísticas no Estado de Goiás, mostrando a força da região. São eles Abadiânia, Valparaíso, Alexânia, Formosa, Cristalina, Luziânia e Águas Lindas que, juntas, foram responsáveisde por quase R$ 72 milhões neste período.

Porém, quando os dados são analisados por região, no total de doze, a que mais arrecada é a Região de Negócios Turísticos e Tradições, em segundo vem a das Águas Quentes e, em terceiro, ficou um conjunto de municípios fora das regiões.

Na sequência, em quarto lugar, aparece a mais nova Região Turística de Goiás: a Encantos do Planalto Central, formada exclusivamente por cidades do Entorno – Abadiânia, Alexânia, Cristalina, Formosa, Luziânia, Novo Gama, Padre Bernardo e Planaltina. No somatório, a região movimentou R$ 55,7 milhões no período.

“Isso só demonstra a força e potencial do nosso turismo. A região Encantos do Planalto Central tem ganhado em estrutura e visibilidade, atraindo investidores e turistas. Grande parte disso se deve aos investimentos do Governo de Goiás para melhorar a qualidade de vida na região”, afirmou a secretária do Entorno do Distrito Federal, Caroline Fleury.

A Secretaria do Entorno tem feito as articulações para levar os programas já existentes no Governo de Goiás para a região do Entorno. A pasta também tem trabalhado com parcerias com o Governo do Distrito Federal (SEDF-GO).

Em destaque, a Feira #NoEntornoTem, promovida pela SEDF-GO, que reuniu no Parque da Cidade, em Brasília, mais de 5 mil visitantes. O evento, realizado em 2023, teve objetivo de mostrar aos moradores da capital do país roteiros turísticos e produtos de artesanato do Entorno. O evento também atraiu embaixadores de outros países. Uma nova edição será realizada em junho deste ano.

O Governo de Goiás, por meio do Observatório da Agência Estadual de Turismo (Goiás Turismo), em parceria com o Instituto Mauro Borges (IMB), lançou o IPÊ – novo Painel do Turismo Goiano. A plataforma, que está no ar desde 2021, passou por reformulação e ganhou novo layout, além de disponibilizar agora dados atualizados sobre o setor turístico goiano com a inclusão de novos indicadores.

Leia também: Domingo de Ramos dá início à Semana Santa na cidade de Goiás; confira a programação


Leia mais sobre: / / / Catalão / Notícias do Estado

Carlos Nathan Sampaio

Jornalista formado pela Universidade Federal e Mato Grosso (UFMT) em 2013, especialista Estratégias de Mídias Digitais pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação de Goiânia - IPOG, pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Senac e especialista em SEO.