29 de maio de 2024
PESQUISA POLÍTICA

Quaest: Avaliação negativa do governo Lula cresce e atinge 34%; positiva é de 35%

Entre os evangélicos, a desaprovação do governo Lula é maior, apresentando 62%
Foram escutadas 2 mil pessoas, entre os dias 25 e 27 de fevereiro. (Foto: Ricardo Stuckert/PR)
Foram escutadas 2 mil pessoas, entre os dias 25 e 27 de fevereiro. (Foto: Ricardo Stuckert/PR)

Uma pesquisa da Quaest mostrou que a avaliação negativa do governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT) cresceu, saindo de 29% atingindo 34%, enquanto a positiva caiu de 36% para 35%. Aqueles que têm opinião regular sobre o governo Lula era de 32% e agora está em 28%.

Entre os entrevistados, 3% não responderam ou não souberam responder. Foram escutadas 2 mil pessoas entre os dias 25 e 27 de fevereiro, a margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, para mais ou menos.

Uma pergunta específica também foi feita, se o entrevistado aprova ou desaprova o trabalho do governo Lula, em que 51% disseram aprovar, enquanto 46% disseram que não aprovam.

Desaprovação entre evangélicos

Entre os evangélicos, a desaprovação do governo Lula é maior, apresentando 62%. Para a margem de erro o recorte é de 4 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Entre o grupo, a desaprovação cresce desde outubro passado. Em relação ao levantamento anterior, divulgado em dezembro do ano passado, a desaprovação cresceu 6%, saltando de 56% para 62%, enquanto a aprovação caiu a mesma porcentagem, de 41% para 35%.

Segundo o diretor da Quaest Pesquisa e Consultoria, Felipe Nunes, os dados apontam que os evangélicos concentram a maior rejeição de Lula. “Os dados mostram que os evangélicos foram os que mais rejeitaram a comparação feita por Lula entre o que se passa em Gaza e o que aconteceu na Segunda Guerra. Não deve ser por acaso que a rejeição ao governo cresceu mais entre os evangélicos nos últimos meses”, afirma.

Além disso, entre os evangélicos, o governo Lula está indo pior do que o esperado para 47%, número que era de 30% em fevereiro do ano passado. 56% acreditam que Lula está indo pior que Bolsonaro e 31% acham a gestão atual melhor.

Em resposta a pergunta “o governo Lula se preocupa com pessoas como você?”, houve empate de 48% para sim e para não. 36% dos evangélicos acreditam que o governo se preocupa.


Leia mais sobre: / / / / / / Brasil / Política

Maria Paula

Jornalista formada pela PUC-GO em 2022 e MBA em Marketing pela USP.