17 de maio de 2022
Eleições 2012

PT contabiliza aliança com o PSB e mais 9 partidos

Goiânia, 16h00 – Em entrevista ao Diário de Goiás, hoje, 01, o presidente do PT de Goiânia, Luís César Bueno, afirma que prevaleceu a perspectiva de uma aliança com 11 partidos na coligação que defende a reeleição de Paulo Garcia a prefeito de Goiânia. São eles: PT, PMDB, PSB, PR, PDT, PSDC, PTN, PRP, PRB, PCO, PRTB. As negociações continuam.

Eram 12, mas o PSC, sob influência de Vanderlan Cardoso, ex-prefeito de Senador Canedo, já está fora desta aliança, apesar do fato de que lideranças deste partido estiveram na convenção com o PT, na manhã de sábado. A mudança conduzida por Vanderlan estaria alimentando insatisfeitos que não concordam e isso pode movimentar possíveis saídas de filiados do PSC.

Continua após a publicidade

Apesar dos rumores de uma pressão nacional pela saída do PSB, dirigido por Barbosa Neto, da coligação com o PT, Luís César Bueno afirma que “não houve nenhum comunicado interno” que demonstrasse o contrário da aliança já anunciada. “Se nas últimas doze horas, houve uma intervenção do partido, não sabemos”, revelou.

A legislação eleitoral estabelece que os partidos têm que realizar as convenções e registrar suas decisões em ata, no entanto, é conhecida a opção de que o documento fique aberto até o dia 5 de julho quando vencerá o prazo para registro na Justiça Eleitoral.

Daí, alimentando a dúvida, o presidente do PSB, Barbosa Neto, em discurso solicitou que a ata ficasse aberta até que os compromissos do plano de governo do partido dele fossem assumidos por Paulo Garcia.

Continua após a publicidade

Segundo Luis César Bueno, a coligação do atual prefeito deve ficar com tempo de propaganda diário entre 14 e 16 minutos no horário do TRE e de igual tempo para as inserções na programação das rádios e TV´s.

Leia mais sobre:
Eleições 2012