30 de novembro de 2023
Política • atualizado em 28/06/2013 às 17:50

PSDB goiano define projeto de deputado da sigla como “retrocesso”

Por meio de nota, divulgada no site oficial do partido, o diretório do PSDB no Estado manifestou publicamente posição contrária de suas bancadas ao Projeto de Decreto Legislativo 234/2011, em tramitação na Câmara dos Deputados, que estabelece normas de atuação para os psicólogos em relação à questão da orientação sexual. O texto é de autoria do deputado tucano de Goiás João Campos e já aprovado na Comissão de Direitos Humanos da Casa ficou conhecido como “cura gay”.

Na nota, o partido diz entender que a proposta “representa grave retrocesso nos avanços ocorridos no país para reconhecimento pleno dos direitos humanos e contraria resoluções do Conselho Federal de Psicologia e da Organização Mundial de Saúde (OMS), que, desde 1999, rejeitam a classificação da homossexualidade como doença ou desordem psíquica”.

Leia Também

O diretório nacional do PSDB também já havia emitido nota contrária ao projeto. Autor da proposta, João Campos foi um dos únicos nove parlamentares que votaram a favor da PEC37, rejeitada recentemente na Casa.


Leia mais sobre: / / Política