08 de agosto de 2022
Dividido? • atualizado em 17/06/2022 às 17:38

Presidente do PSC goiano fala em “meio-termo” para garantir Luiz do Carmo na base de Caiado

Eurípedes do Carmo garante PSC na base do governador Ronaldo Caiado
Governador Ronaldo Caiado e Luiz do Carmo, em evento de filiação do PSC goiano (Foto: Reprodução)
Governador Ronaldo Caiado e Luiz do Carmo, em evento de filiação do PSC goiano (Foto: Reprodução)

Presidente do PSC em Goiás, Eurípedes do Carmo avalia que o diálogo faz parte da política e por isso, é natural que o senador Luiz Carlos do Carmo (PSC) converse com outras forças políticas para tentar viabilizar sua pré-candidatura a reeleição. No entanto, garante: o PSC segue na base do governador Ronaldo Caiado (União Brasil) e fará o possível, para que a candidatura do empresário esteja no mesmo palanque do democrata. Caso não seja possível deverá avaliar um “meio-termo” para uma solução que não amargue o relacionamento.

“O PSC é base do governador Ronaldo Caiado. Nós ajudamos a eleger o governador Ronaldo Caiado e estamos ajudando ele a administrar o Estado e continuamos em sua base. O Luiz Carlos é senador da República e pleiteia disputar o cargo novamente. Tem todo o direito de querer viabilizar sua candidatura ao Senado”, destaca em entrevista concedida nesta sexta-feira (17/06) ao Diário de Goiás.

Eurípedes entende as complexibilidades existentes para o cenário, afinal de contas, trata-se de apenas uma cadeira em jogo e há outros nomes da base aliada disputando o apoio do democrata. “Lógico que estamos com dificuldades. O governador tem pelo menos quatro candidatos que também pleiteiam a candidatura ao Senado ao lado dele. A gente sabe que se ele for fazer uma coligação é só com um. Acaba ficando alguém sem ser atendido. Agora, entendemos e sabemos que é direito de cada um deles disputar essa oportunidade de disputar o mandato junto com quem a gente está apoiando”, pontua.

Continua após a publicidade

NÃO DEIXE DE LER: Marconi tem interesse em contar com Luiz do Carmo em sua chapa, diz líder do PSDB

Eurípedes então, avalia que pode existir alternativas mas garante todas no campo do diálogo e crava: o senador apoia o governador e não sairá de sua base. “Essas conversas com outros candidatos sempre surgem mas isso não parte nunca do partido. As pessoas de outros partidos nos procuram, procuram o Senador no sentido de oferecer apoio e ele não está errado nisso. Isso faz parte da conversação política, mas não tem nada de concreto. Ele é base do governador, quer trabalhar com o governador. Não tem o porque ter essa especulação”, destaca.

A busca de um “meio-termo”

Continua após a publicidade

O presidente do PSC então fala sobre a busca por um meio-termo para permanecer o senador Luiz do Carmo na base caiadista. “Ele acredita ter chances de disputar o Senado na base do governador Ronaldo Caiado. Agora, a gente entende e sabe que nem sempre isso é possível. A política é arte de dialogar e de encontrar soluções. Vamos juntos com o governador e junto com os demais postulantes sentar, discutir e tentar viabilizar alguma coisa. Achar um meio termo”, explica.

Para Eurípedes, caberá a Caiado, no entanto, encontrar uma solução para o entrevero. “Cabe ao governador também discutir com seus pares e achar uma solução. Política tem solução para tudo. Neste momento, está colocada a candidatura do Senador tentando viabilizar o seu nome. Lá na frente, seja qual for o resultado, sendo que a gente considera ilustre e que tem algum critério, vamos entender perfeitamente”, pontua.

Potencial de voto e um recuo?

Eurípedes avalia que Luiz do Carmo tem o “direito” de buscar a reeleição. “Ele está trabalhando para isso”, destaca. Mas de sua vontade para a consolidação há um caminho e suas dificuldades. “A gente entende que o governador está numa situação de ter de dar atenção a diversos grupos, e isso é até bom para o governador, sinal que tem muita gente querendo disputar a eleição ao seu lado”, pontua.

Haveria alguma frustração então, caso o governador Ronaldo Caiado decida apoiar outro nome que não seja o de Luiz do Carmo para a corrida ao Senado? “Eu acho que não, desde que seja viabilizado e levado em consideração o potencial de votos que o grupo pode levar ao Senador. Todo mundo sabe do seu potencial de voto, não estou falando em termos de lideranças e de partidos. Estou falando do potencial de voto”, crava.

“Nós sabemos o nosso potencial e o quanto podemos ganhar de voto para o governador Ronaldo Caiado e temos consciência disso. Se por ventura o governador optar por um outro nome que vai agregar a ele mais votos que nós, vamos entender a situação tranquilamente. Agora, caso isso viabilize, seja escolhido alguém que tenha um potencial menor de voto e não formos o escolhido, ficará uma certa tristeza”, continua. 

Ainda assim, Eurípedes destaca: não quer criar nenhum clima de insatisfação com Ronaldo Caiado. “Não queremos botar uma faca no pescoço do governador. Eu acho que ele tem a liberdade de escolher o que achar melhor. Se porventura caminhar bem dentro desse nosso casamento, com justiça, mesmo não sendo a gente e for alguém com potencial de voto melhor que a gente, tá tranquilo. Se não, fica uma sequela, mas dá para achar uma saída”, pontua.