08 de agosto de 2022
Eleições 2022 • atualizado em 03/08/2022 às 17:56

Do Palácio à Câmara: nova direção do Pros tentará convencer Pablo Marçal a lançar candidatura a deputado federal

Mandatários querem evitar conflitos e pacificar a relação com o coach e veem em Pablo Marçal potêncial para ser um dos parlamentares mais votados nas eleições 2022
Pablo Marçal lançou candidatura à presidência da República mas planos estão sendo revistos após direção do Pros ser destituída (Foto: Reprodução/TV Globo)
Pablo Marçal lançou candidatura à presidência da República mas planos estão sendo revistos após direção do Pros ser destituída (Foto: Reprodução/TV Globo)

A nova direção do Pros irá conversar com o coach Pablo Marçal e tentará convencê-lo a mirar uma candidatura para a Câmara dos Deputados. Antes presidenciável da legenda, o empresário deverá ter de reconfigurar a rota após Euripedes Júnior ter sido reconduzido ao comando da legenda e articular apoio ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva já no primeiro turno. As negociações avançaram e foram consolidadas nesta quarta-feira (02/08).

“Vamos conversar com o Pablo e seu grupo. O partido considera que ele tem potencial para ser um dos deputados federais mais bem votados do Brasil”, avalia Bruno Pena, advogado do Pros. O coach ainda insiste na candidatura e pode recorrer, mas o jurista acredita que este não será o melhor caminho para o presidenciável. “Ele já começaria uma campanha sob judice, tendo de responder sobre isso a todo o tempo”, avalia.

LEIA TAMBÉM: Nova direção do Pros quer retirar candidatura de Pablo Marçal e apoiar Lula

Continua após a publicidade

Marçal e seu grupo no Pros não receberam bem a notícia do apoio a Lula. Por meio de nota, ameaçou judicializar o processo e disse que se tornou um “pesadelo” para os políticos. Bruno, no entanto, garantiu que quer pacificar o processo. “Não queremos o enfrentamento com o Pablo. Não seria interessante”, pontua. 

Veja a o posicionamento na íntegra:

Sobre a notícia veiculada a partir de uma nota do PT de que a atual direção do PROS decidiu apoiar a candidatura daquela sigla, informamos que a atual executiva não se manifestou até o presente momento e que a candidatura de Pablo Marçal foi indicada em ata de convenção realizada pelo partido dentro dos prazos legais. Para que se consolide o suposto apoio, seriam necessários 10 dias para convocação de uma nova convenção, conforme estatuto do partido, algo inviável até o dia 5 de agosto. Esclarecemos que qualquer ação no sentido de descumprir a indicação realizada na convenção e contrária ao ordenamento jurídico vigente, será objeto de judicialização, uma vez que já existe o registro da candidatura aguardando apenas a homologação do TSE.

Continua após a publicidade

A candidatura de Pablo Marçal que, até então, era motivo de piada para determinados setores da política, com a efetivação da indicação na convenção, tornou-se em pesadelo, sendo essa movimentação a prova viva disso. Seguimos firmes no propósito de  destravar a nação pelo voto e de enfrentar qualquer poder que, arbitrária e ilegalmente,  ouse afrontar o estado democrático de direito.

Leia mais sobre:
Eleições 2022 Política