14 de junho de 2024
Política

Proposta ação civil pública contra prefeito de Inhumas

Prefeito de Inhumas deve explicação ao MPE-GO

Foi proposta uma ação civil pública por ato de improbidade administrativa contra o prefeito de Inhumas, Dioji Ikeda, em razão do não atendimento de diversas requisições de informações sobre o quadro de servidores do município feitas pela promotoria da cidade.

Conforme explicado na ação essas informações visavam instruir duas investigações em andamento: uma delas, um procedimento administrativo, busca a adoção das medidas cabíveis para a realização de concurso público ao cargo de procurador do município; a outra é uma notícia de fato, instaurada a partir de denúncia de que o quantitativo dos cargos em comissão no município teria sido ampliado em 87%.

O relato feito pela promotora enumera os diversos ofícios com requisições enviados pela promotoria e que não foram atendidos. Em relação ao procedimento administrativo sobre o cargo de procurador do município, a primeira comunicação foi encaminhada em 8 de janeiro deste ano e requisitava a remessa, no prazo de 20 dias, de um cronograma para deflagração do concurso para procurador.

Como não houve resposta a este ofício, foi enviado um segundo documento, requerendo a devida manifestação em relação ao que foi requisitado. A resposta a esta comunicação não atendeu ao que o MP requisitou, tendo apenas sido levantadas questões sobre a necessidade de estudos de viabilidade em relação ao certame.


Leia mais sobre: Política