27 de fevereiro de 2024
Tradição e cultura

Projeto de lei cria o Dia da Pamonha para o calendário de Goiás; veja quando será

Alimento, típico no Centro-Oeste, é de origem indígena, com diversas versões em diferentes lugares do mundo, principalmente na América Latina
A pamonha ganhou o coração dos goianos e merece um dia só seu. (Foto: reprodução)
A pamonha ganhou o coração dos goianos e merece um dia só seu. (Foto: reprodução)

Um projeto de lei pretende criar o Dia da Pamonha Goiana e sua inclusão no Calendário Cívico, Cultural e Turístico do Estado de Goiás. O objetivo do texto, de autoria do deputado Gugu Nader (Agir), é dar ainda mais importância a este prato típico da região, o lembrando como um dos principais símbolos da culinária goiana.

Vale lembrar, inclusive, que o alimento é de origem indígena, com diversas versões em diferentes lugares do mundo, principalmente na América Latina, mas ganhou notoriedade na culinária goiana devido à força da cultura rural no Estado. Nader justifica que “nada mais justo do que se instituir um dia específico somente para comemorar esse prato do qual os goianos tanto gostam”. 

Ainda de acordo com o documento, o projeto estabelece que o dia estadual em que será realizado o Festival da Pamonha Goiana, na Capital do Estado, deve ser comemorado, anualmente, no dia 3 de fevereiro, quando também será celebrado o início da colheita da safra do milho em Goiás.

Leia também: Arroz com pequi é considerado uma das piores comidas, de acordo com guia americano


Leia mais sobre: / / Política

Carlos Nathan Sampaio

Jornalista formado pela Universidade Federal e Mato Grosso (UFMT) em 2013, especialista Estratégias de Mídias Digitais pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação de Goiânia - IPOG, pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Senac e especialista em SEO.