25 de junho de 2022
Cidades

Profissionais de saúde de hospital da UFG denunciam má qualidade de máscaras enviadas pelo governo federal

Máscara tem proteção simples. (Foto: Reprodução)
Máscara tem proteção simples. (Foto: Reprodução)

Profissionais da saúde do Hospital Universitário da Universidade Federal de Goiás (UFG) fizeram um vídeo nesta segunda-feira (13) denunciando a má qualidade de máscaras enviadas pelo Ministério da Saúde à unidade.

Segundo as profissionais, as especificações dizem que a máscara é de dupla camada, mas o equipamento tem camada simples. “Ela se desfaz com o menor toque. É de péssima qualidade”, diz uma mulher que manipula as máscaras no vídeo.

Ela relata ainda que os trabalhadores do hospital sempre utilizaram uma máscara com tripla camada, com fator de proteção muito maior.

Continua após a publicidade

As profissionais fazem uma demonstração de como as máscaras enviadas pelo Ministério da Saúde à unidade são incapazes de evitar a contaminação pelo novo coronavírus. Com um borrifador, as mulheres demonstram que as gotículas passam quase que livremente pelas novas máscaras. Por outro lado, o equipamento antigo impedia a passagem.

“Por que um material tão ruim, de péssima qualidade, nos é ofertado neste momento de tanta gravidade?”, questiona uma das mulheres.

Assista o vídeo

Continua após a publicidade