25 de junho de 2022
Empresas e Negócios

Produtores de leite querem ação do governo contra incentivos fiscais de laticínios

{nomultithumb}

Em encontro nesta segunda-feira (22/07), organizado pela Federação da Agricultura e Pecuária de Goiás (Faeg), produtores e lideranças debatem melhorias no setor. Os líderes querem uma ação do governo contra incentivos fiscais para a indústria do leite.

Continua após a publicidade

As reivindicações feitas vão desde a previsibilidade do preço do leite, a redução do prazo de pagamento do dia 25 para o dia 5 do mês.

O presidente da Faeg, deputado José Mário Schreiner, disse em seu discurso que “os incentivos precisam funcionar como uma ferramenta de desenvolvimento do nosso Estado. Precisamos de um movimento nacional em defesa dos produtores” e completa  “quem financia são os produtores, quem paga a conta são os produtores rurais”.

“Nós nunca tivemos respeito da indústria (de leite ) “ discursou o deputado Amauri Ribeiro.

Continua após a publicidade

Os produtores relatam as dificuldades em contratar mão de obra e questionam sobre a continuidade da produção de leite em Goiás e afirmam “o Brasil está  pronto para exportar leite”.

O governador Ronaldo Caiado presente no encontro afirmou que vai sentar com os representantes da indústria  para buscar uma solução ao problema. “Vamos sentar com o setor e decidir, vamos decidir com eles esse assunto”.

O auditório da Faeg estava lotado com números próximos a 600 participantes. participaram representantes dos sistema Faeg/Senar, do legislativo, o governador Ronaldo Caiado, produtores de outros Estados e representantes do Ministério da Agricultura, além de outros líderes do setor.