25 de junho de 2022
Brasil

Produção da Sputnik V no Brasil pode ter início em abril

Fórum de Governadores visitou fábrica da União Química que pode produzir a Sputnik V. (Foto: Cristiano Borges)
Fórum de Governadores visitou fábrica da União Química que pode produzir a Sputnik V. (Foto: Cristiano Borges)

A produção da vacina russa Sputnik V na fábrica da União Química, em Brasília, pode começar a partir de abril. Foi esta a previsão apresentada nesta terça-feira (2) pelo presidente da farmacêutica, Fernando de Castro Marques, durante visita de governadores de 18 estados e do Distrito Federal às instalações da empresa.

A expectativa é de que a União Química possa produzir 8 milhões de doses por mês. “Estamos com dois cientistas russos acompanhando essa última fase. Dia 08, segue para Moscou para certificação e aprovação. Daí, pedimos a inspeção da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para começar o processo industrial do IFA no Brasil”, disse Marques.

O governo federal já fez o compromisso de comprar cerca de 10 milhões de doses da farmacêutica. Porém, a produção ainda depende de autorizações da Anvisa.

Continua após a publicidade

Wellington Dias, governador do Piauí, contou que a farmacêutica já entregou os documentos para obter autorização para uso emergencial e definitivo junto à agência. Ele afirmou que o Fórum solicitou à União Química um cronograma de produção de doses da vacina até a próxima semana, para que cada governador possa planejar a entrega aos municípios e acelerar a imunização dos brasileiros.

O governador Ronaldo Caiado também participaria da visita, mas apresentou um quadro febril durante a noite e cancelou a agenda.