21 de maio de 2022
Brasil

Procon Goiânia orienta consumidores sobre compras na Black Friday

No Brasil, a Black Friday será realizada nesta sexta-feira (27). (Foto: Agência Brasil)
No Brasil, a Black Friday será realizada nesta sexta-feira (27). (Foto: Agência Brasil)

O Procon Goiânia lançou uma campanha nas redes sociais com alguns alertas à população que desejam aproveitar os descontos oferecidos pelas lojas durante o Black Friday. Para o superintendente do órgão, Rodrigo Melo, a prática de preços promocionais não é desculpa para que os lojistas deixem de cumprir a legislação de proteção ao consumidor.

“Com as palavras desconto e promoção em evidência, a tentação é grande, o que pode resultar em gastos desnecessários. Portanto, é importante que o consumidor tenha claro o que precisa comprar, e ter certeza de que o preço realmente está com desconto”, afirma Rodrigo Melo.

Além disso, o superintendente informa que qualquer consumidor que tiver problemas durante as compras pode procurar o Procon pessoalmente, na Avenida Tocantins, no Centro de Goiânia, pelo telefone (62) 3524-2349, ou pela internet, através do Facebook, Twitter ou e-mail: [email protected]

Continua após a publicidade

As dicas divulgadas pelo órgão são: comprar apenas o necessário, se estiver endividado; adiantar as compras de presentes de Natal, caso tenha uma reserva financeira; não recorrer ao cartão de crédito, cheque especial ou empréstimos; pesquisar preços e modelos disponíveis; verificar se o site é confiável, se fizer a compra pela internet; não esquecer de incluir as taxas de IOF, se comprar em sites estrangeiros.

Segundo o Procon, também é necessário que os consumidores comparem os preços antes da Black Friday, uma vez que não é raro as lojas “maquiarem” descontos, subindo os preços dos produtos antes da data para oferecer um desconto atraente na Black Friday.

A edição de 2015 da Black Friday será realizada na próxima sexta-feira (27) em todo o país. É um dia promocional em que lojas físicas e virtuais oferecem descontos diferenciados em diversos produtos. A intenção da data é esvaziar os estoques para receber os produtos que serão vendidos para o Natal. No Brasil, o maior número de compras é feito pela internet.

Continua após a publicidade

Leia mais sobre:
Brasil