15 de julho de 2024
Alta • atualizado em 28/04/2022 às 07:38

Procon Goiânia aponta aumento de mais de R$70 no valor da cesta básica

Maior reajuste é no valor da banana nanica, em 195,27%
Foram analisados 30 produtos que compõem alimentação de uma família composta por quatro pessoas. Foto: Procon Goiânia
Foram analisados 30 produtos que compõem alimentação de uma família composta por quatro pessoas. Foto: Procon Goiânia

O Procon Goiânia divulgou, nesta quarta-feira (27), pesquisa em que verifica os valores de produtos alimentícios em redes de supermercados da capital. Foi constatado, de acordo com o levantamento realizado em 12 estabelecimentos, o aumento de R$71,94 no custo médio da cesta básica, o que representa 7,64% de reajuste. O valor saltou de R$ 562,66 para R$ 634,60. 

Conforme a pesquisa, entre os itens que mais sofreram reajuste estão: o quilo da banana nanica, em 195,27%, tomate saladete, em 141,25%, pão francês, em 114,45%, farinha de mandioca, em 111,14%, e banana prata, em 110,82%.

Em contrapartida, o levantamento também apontou redução nos preços do óleo de soja, em 16,80%, arroz, em 19,56%, café, em 20,66%, e leite, em 22,27%. Os valores da carne vermelha continuam altos, segundo os três cortes bovinos analisados. O quilo do coxão mole varia de R$ 31,99 a R$ 52,50. O quilo do coxão duro alcançou preços de R$ 29,90 a R$ 50,50, e patinho teve preços de R$ 31,99 a R$ 50,99.

Segundo o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese), entre as 17 capitais que apresentaram aumento na cesta básica, Goiânia está na 10° colocação, à frente de Belo Horizonte e Fortaleza. Diante das variações no preço dos alimentos, o órgão recomenda aos consumidores a realização de pesquisa de preço e denúncia, nos casos de  elevações sem justificativa.


Leia mais sobre: / / / Cidades