14 de junho de 2024
Saúde pública

Primeiro transplante de pâncreas do Estado é realizado no HGG

A paciente foi inserida na fila de transplantes de pâncreas no dia 1º de maio deste ano
HGG realiza a primeira cirurgia de transplante de pâncreas do Estado de Goiás. Foto: Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO).
HGG realiza a primeira cirurgia de transplante de pâncreas do Estado de Goiás. Foto: Secretaria de Estado da Saúde de Goiás (SES-GO).

O Governo de Goiás realizou, na última quinta-feira (23), o primeiro transplante de pâncreas em uma unidade pública de saúde no Estado. O procedimento foi realizado no Hospital Estadual Dr. Alberto Rassi (HGG), em Goiânia, em uma paciente de 41 anos.

Diabética desde os 11 anos de idade e já transplantada renal desde 2017, também no HGG, Gabriela Barbosa Oliveira Silva foi inserida na fila de transplantes de pâncreas no dia 1º de maio deste ano e aguarda, agora, a alta hospitalar.

“Um novo pâncreas é indicado para tratar a doença de forma mais eficaz, e evitar outras complicações da diabetes, como retinopatia, neuropatia e cardiopatias, além de novas complicações renais”, explicou o cirurgião do Serviço de Transplantes do HGG e responsável pelo procedimento, Marcus Vinícius Chalar.

De acordo com o Governo de Goiás, o procedimento se tornou viável quando a Gerência de Transplantes do Estado identificou um doador compatível em Campo Grande, na madrugada de quinta-feira (23), acionando o Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBM-GO), que enviou a aeronave comandada pelo cel. Eduardo Cardoso.

O avião decolou de Goiânia às 7 horas da manhã, com aterrisagem de volta, com o órgão, às 13h30. Às 19h, o procedimento teve início no HGG. “Eu não imaginava que seria tão rápido assim. Eu sou muito grata à família que me proporcionou esse momento. Porque só quem passa esse sofrimento todos os dias sabe o quanto é dolorido”, comemorou Gabriela.

O caso de Gabriela Barbosa se soma ao rol de transplantes bem sucedidos do HGG, referência na saúde pública estadual. De acordo com o Executivo estadual, a nova Unidade de Transplantes foi inaugurada em setembro de 2022, com investimentos de R$ 2,8 milhões. Em abril de 2023, o Ministério da Saúde habilitou o hospital a realizar o transplante de pâncreas.


Leia mais sobre: / / / Cidades