25 de junho de 2024
Investigação

Presos suspeitos de homicídio contra boliviana que gerenciava casa de prostituição em Rio Verde

Segundo a polícia, a vítima era proprietária de uma casa de prostituição onde já haviam trabalhado os três acusados
Prisão dos três investigados aconteceu na última terça-feira (21). (Foto: PCGO).
Prisão dos três investigados aconteceu na última terça-feira (21). (Foto: PCGO).

A Polícia Civil de Goiás (PCGO), por meio do Grupo de Investigação de Homicídios de Rio Verde – 8ª DRP, efetuou a prisão de três suspeitos de envolvimento na morte de uma boliviana, ocorrido no dia 27 de abril, em Rio Verde. Conforme as investigações da polícia, a vítima era proprietária de uma casa de prostituição onde já haviam trabalhado os três acusados, duas garotas de programa e o marido de uma delas.

Durante a operação, foram cumpridas buscas em uma residência onde mora o casal acusado do crime. No local, a polícia encontrou várias porções de “crack” sendo o suspeito do homicídio também preso por tráfico de drogas, além de buscas em uma outra residência de uma pessoa ligada a ele.

Em interrogatório, o investigado confessou o crime e disse estar arrependido e que não se lembra como ou por que matou a mulher, alegando estar sob efeito de drogas e álcool. As acusadas negaram envolvimento com o crime, e afirmaram que viram o executor entrando no estabelecimento, e em seguida, a vítima gritando por socorro.

Na noite do crime, as mulheres estavam nas proximidades quando o executor aproximou-se com seu carro, parou em frente ao estabelecimento e entrou. Permaneceu no local por dois minutos e meio e, nesse período, as imagens mostram que uma das suspeitas também entrou no estabelecimento, enquanto a outra chamou um moto táxi e seguiu para a casa do investigado.

Os três acusados responderão pelo crime de homicídio qualificado consumado e o suspeito de executar o crime também pelo crime de tráfico de drogas.


Leia mais sobre: / / / Cidades / Notícias do Estado

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019