13 de abril de 2024
Investigação

Preso homem que matou vítima por intervir em briga de bar, em Aparecida

O preso possui extensa ficha policial por diversos crimes, tais como violência doméstica e crimes patrimoniais
o investigado, será indiciado pelos crimes previstos nos art. 129, parágrafo 3º do CPB (pena de até doze anos). (Foto: PCGO).
o investigado, será indiciado pelos crimes previstos nos art. 129, parágrafo 3º do CPB (pena de até doze anos). (Foto: PCGO).

Nesta última quarta-feira (7), a Polícia Civil cumpriu mandado de prisão preventiva de um homem de 34 anos pelo crime de lesão corporal seguida de morte. O crime aconteceu no dia 29 de dezembro de 2023, no Bairro Independência, em Aparecida de Goiânia. A vítima, Alan de Sousa Rodrigues, estava em um bar da região quando se levantou para intervir em uma briga, quando recebeu um soco no rosto e caiu ao solo.

Populares acionaram socorro e o encaminharam ao hospital de urgências, onde a vítima veio a óbito no dia 3 de janeiro deste ano, em decorrência do golpe sofrido. A causa de morte declarada foi traumatismo crânio-encefálico grave em decorrência da ação contundente. Após os fatos, familiares da vítima procuraram a unidade policial comunicando o ocorrido.

Conforme investigação da polícia a briga começou quando, um grupo de amigos que estava se divertindo no bar, em determinado momento, passaram a ser importunados pelo homem, que é surdo-mudo. Um dos membros do grupo passou a discutir com ele, porém, ao perceber a deficiência do homem, parou a discussão. E ainda assim, recebeu um golpe.

O preso, descrito pela polícia como bastante violento, possui extensa ficha policial por diversos crimes, tais como violência doméstica e crimes patrimoniais. Conforme a PC, o investigado, será indiciado pelos crimes previstos nos art. 129, parágrafo 3º do CPB (pena de até doze anos).


Leia mais sobre: / / / / Cidades

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019