28 de fevereiro de 2024
Brasil

Presidente do STF diz que prefere chamar golpe militar de “movimento de 1964”

Novo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)
Novo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Dias Toffoli (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

O presidente do Supremo tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, disse em seu discurso no seminário sobre os 30 anos da Constituição de 1988, que atualmente prefere se referir sobre o golpe militar de 1964 como “movimento de 1964”.

“Hoje, não me refiro nem mais a golpe nem a revolução. Me refiro a movimento de 1964”, afirmou Toffoli, citando um aprendizado que teve com o ministro da Justiça, Torquato Jardim.

Na ocasião, Dias Toffoli fez um histórico do sistema político e partidário brasileiro, o qual, segundo ele, desde sua origem atende a interesses locais e setorizados, sem capacidade de apresentar propostas nacionais. “Hoje, se mostram órfãos de qualquer tipo de posicionamento do ponto de vista político, filosófico e institucional”, disse ele sobre os partidos políticos.

Sobre a Constituição, o presidente do STF afirmou que sua longevidade simboliza a estabilidade das instituições políticas e jurídicas do país e deve ser defendida.


Leia mais sobre: / Brasil