23 de julho de 2024
Destaque 2

Prefeitura realizará testes rápidos para conhecer número de infectados por Covid-19

(Foto: Prefeitura de Goiânia)
(Foto: Prefeitura de Goiânia)

Previsão da SMS é realizar pelo menos 2.600 testes para validação de inquérito sorológico. É a terceira ação da Prefeitura que já realizou 6.500 testes até aqui

Mais de 2.600 testes serão realizados pela Prefeitura de Goiânia, neste sábado (20/06) no município. É a terceira etapa de testagem que tem como objetivo identificar a contaminação das pessoas pelo novo coronavírus. Os testes são do Ministério da Saúde e são feitos a partir da amostra de soro sanguíneo que concentra uma maior quantidade de anticorpos. Desta forma, o resultado se mostra mais eficiente.

Segundo o coordenador responsável pelo Inquérito Epidemiológico, Leandro Nascimento, a aplicação dos testes será por amostragem e com sorteio das quadras e das residências. “Trata-se de mais um inquérito seriado para fazermos a projeção de quantas pessoas foram expostas ao vírus provocador da Covid-19. A amostra selecionada foi cerca de 2.500 moradores de Goiânia por meio de um sorteio aleatório do nosso banco de dados. Os participantes são convidados a aceitar a nossa equipe em sua residência”, pontuou. 

No inquérito, 364 profissionais estarão trabalhando e cada equipe terá um profissional de saúde (enfermeiros, técnicos e auxiliar de enfermagem, técnicos de laboratório, biomédicos) e um agente de combate à endemia. Todos estarão devidamente uniformizados, com equipamentos de segurança e proteção individual e identificados com crachás. “Eles estarão com identificação e com EPIs adequados. Não se preocupem, atendam eles com bastante zelo”, afirmou 

Com 6500 pessoas já testadas em Goiânia, a Prefeitura tem identificado um “aumento progressivo de pessoas expostas”. “Essas inquéritos estão sendo feitos sucessivamente de forma seriada, a cada 15 a 20 dias. O aumento está exponencial e nesse inquérito a gente vai verificar a real situação de exposição dos goianienses para o covid19”, explica.

Inquérito pode dar aval para flexibilizações

Segundo Leandro, o inquérito é fundamental para nortear ações públicas da Prefeitura, como a flexibilização de estabelecimentos comerciais. “Estimar quantas pessoas foram expostas é importante para as decisões públicas relacionadas ao Covid-19, inclusive, flexibilização de alguns serviços que podem ou não estar abertos. Bem como ações da vigilância da saúde. Liberação e reserva de leitos de enfermarias e UTIs”, pontuou.

Também é de suma importância, pois permite projetar futuras planejadas da Prefeitura. Ele mais uma vez, reforça que a população colabore com a atividade. “Sem dado, sem informação e saúde estaremos atirando às cegas e não estaremos alcançando o nosso objetivo. População participante esteja convidado a colaborar com essa ideia”, mencionou.

Infectados serão informados por telefone

A divulgação dos resultados pra quem for testado será feita de seguinte forma: quem teve laudo positivo será comunicado pela Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal de Saúde e serão solicitados novos testes para todos os membros da família como forma de prevenção.  

Se a pessoa não receber uma ligação ou uma visita da equipe da SMS até a próxima quarta-feira (24/06), significa que o resultado foi negativo, de forma que não haverá contato de retorno da SMS e nem necessidade de ligar para a secretaria em busca do resultado. Todas as orientações já constam no Termo de Autorização para exames. 


Leia mais sobre: Destaque 2 / Goiânia

Domingos Ketelbey

Jornalista e editor do Diário de Goiás. Escreve sobre tudo e também sobre mobilidade urbana, cultura e política. Apaixonado por jornalismo literário, cafés e conversas de botequim.