28 de junho de 2022
Goiânia

Prefeitura irá contratar empresas para desenvolvimento de projetos nos corredores de ônibus

A Prefeitura de Goiânia vai contratar empresas para o desenvolvimento de projetos de corredores de ônibus nas Avenidas 24 de Outubro e Independência, além de realizar serviços de requalificação dos já existentes nas Avenidas 85 e T63. O aviso de concorrência pública já foi publicado no Diário Oficial do Município e os processos poderão ser abertos entre os dias 7 e 8 de outubro por meio do site oficial da prefeitura.

Os corredores preferenciais atendem ao programa da atual gestão de investimento em mobilidade urbana, com vistas a destravar o tráfego de veículos, promover as condições de acessibilidade e melhorar a fluidez do transporte coletivo, reduzindo o tempo de viagem e espera dos usuários. Atendem também ao Plano Nacional de Mobilidade Urbana, instituído em 2012 pelo Governo Federal, que estabelece, entre outras diretrizes, priorizar os deslocamentos a pé dentro das cidades, os não motorizados e os coletivos sobre os individuais.

Com recursos do Governo Federal, estimados em R$ 2.818.099,22, as empresas vencedoras serão responsáveis pelos projetos: geométrico, de drenagem, pavimentos, sinalização vertical, horizontal e semafórica, laços detectores e infraestrutura para a rede de monitoramento e informação (rede de lógica) e iluminação.

Continua após a publicidade

Para o prefeito Iris Rezende, o crescimento acelerado da Capital é incontestável e exige políticas públicas de melhoria da mobilidade urbana. Goiânia é uma cidade grande e que não para de crescer. A organização do trânsito é fundamental neste contexto. E os corredores exclusivos fazem parte de um projeto extenso, que envolve desde o trabalho de conscientização até o melhoramento do transporte coletivo em nossa Capital. Estamos empenhados neste trabalho incessante que, tenho certeza, trará grandes resultados para os goianienses”, ressalta.

Entenda como será:

A intenção da Prefeitura é que os projetos atendam à real concepção dos corredores, que funcionam como pistas expressas, cujo objetivo é acelerar o transporte público, destravando o trânsito e diminuindo o tempo da viagem para o usuário. A ideia é implantar corredor ao longo da 24 de Outubro e da Independência e requalificar as faixas preferenciais das Avenidas 85 e T-63, com pavimento rígido nas baias destinadas aos pontos de embarque e desembarque de passageiros (PEDs), e o pavimento flexível existente, tanto na faixa preferencial quanto nas faixas destinadas ao tráfego geral, será totalmente requalificado, assim como os canteiros centrais, onde houver.

Continua após a publicidade

Os corredores receberão nova sinalização horizontal, vertical e semafórica, novos abrigos nos PEDs e infraestrutura destinada à rede de lógica, fornecimento e implantação dos equipamentos necessários para o funcionamento da rede (ex: câmera Speed dome, postes, etc), e implantação de nova iluminação artificial em LED, em substituição à iluminação existente e, também, rede de drenagem nos pontos críticos definidos em projeto. As calçadas que fazem divisa com os corredores serão padronizadas, com desenho universal, em atendimento às normas e decretos municipais.

O secretário de Infraestrutura e Serviços Públicos, Dolzonan da Cunha Mattos, assegura que os recursos já estão garantidos no Orçamento da União e esclarece que a construção será feita por trechos, como vem acontecendo com a Avenida Leste-Oeste.

“Nesse primeiro momento, estamos licitando as empresas que farão os projetos dos corredores de ônibus que planejamos para Goiânia. Após esse processo, vamos definir a estratégia de construção, que deverá ser por trechos e licitar esses trechos separadamente para executar até o final da gestão. O que não der para concluir, já estará licitado para o próximo prefeito que assumir, mas é importante ressaltar a iniciativa e o investimento que estamos fazendo para transformar a mobilidade urbana da nossa Capital”, frisa o secretário.