24 de junho de 2024
Proposta • atualizado em 26/07/2022 às 15:27

Prefeitura de Goiânia apresenta proposta de alteração do Código Tributário Municipal

O objetivo das mudanças é promover justiça fiscal, fomentar geração de emprego e renda para Goiânia, afirma o secretário de Finanças
(Foto: Fernando Leite/Prefeitura de Goiânia)
(Foto: Fernando Leite/Prefeitura de Goiânia)

A Secretaria de Finanças (Sefin), apresenta, nesta quarta-feira (27), a síntese do projeto de lei que revisa o Código Tributário Municipal de Goiânia (CTM), com redução dos valores do IPTU da capital, além das alíquotas de ITU e ISS.

Para o secretário Vinícius Henrique Pires Alves, o objetivo das mudanças é promover justiça fiscal, fomentar geração de emprego e renda para Goiânia.

NÃO DEIXE DE LER: Secretário de Finanças reforça necessidade de reformas anuais no Código Tributário

De acordo com a pasta, para que o processo aconteça de forma transparente e democrática, a sociedade também terá participação no debate por meio de audiências públicas, Poder Legislativo, em reuniões prévias com grupo de trabalho e órgãos de controle, como o Ministério Público.

Entre as mais de 20 intervenções propostas, está o reajuste do IPTU para 2023 e 2024 somente de acordo com a inflação, retirando a trava de 45%, bem como a possibilidade de isenção de 100% de dívidas para famílias em situação de vulnerabilidade, o que antes era de 60%.

Além disso, constam a redução de 17,5% do valor venal das casas, 1% em toda a tabela do ITU e incentivos para setores específicos, como os polos de desenvolvimento e aeroportuário, com o objetivo de fomentar pequenos e grandes empreendimentos, contribuindo justamente para a geração de emprego e renda.

Empresas de tecnologia também terão redução de 2% no ISS e 60% no IPTU nos primeiros dez anos para atrair novos investimentos. Segundo o secretário, a ideia é tanto evitar a fuga de empresas quanto trazer novas empresas para que Goiânia não vire uma cidade dormitório.


Leia mais sobre: / / / / / Cidades

Leonardo Calazenço

Jornalista - repórter de cidades, política, economia e o que mais vier! Apaixonado por comunicação e por levar a notícia de forma clara, objetiva e transparente.