17 de agosto de 2022
Luto • atualizado em 03/07/2022 às 19:03

Pré-candidatos a governador lamentam morte de filho de Ronaldo Caiado

Políticos de oposição prestam solidariedade ao governador pela morte de seu filho
Ronaldo Filho tinha 40 anos (Foto: Reprodução)
Ronaldo Filho tinha 40 anos (Foto: Reprodução)

Após confirmação da morte de Ronaldo Filho, filho do governador Ronaldo Caiado (União Brasil), políticos lamentaram o ocorrido e prestaram solidariedade.

Ex-prefeito de Aparecida de Goiânia e pré-candidato a governador pelo Patriota, Gustavo Mendanha afirmou ter recebido a notícia com tristeza.

“Recebi com tristeza a notícia da morte precoce do filho de Ronaldo Caiado, Ronaldo Filho. Nenhuma dor no mundo se compara a uma perda como essa. Em sinal de respeito, suspendi minha agenda deste domingo e estou em oração, pedindo que Deus conforte o coração da família”, escreveu nas redes sociais.

Continua após a publicidade

Pelo Twitter, o ex-governador Marconi Perillo (PSDB) externou “seu pesar pelo falecimento” e manifestou “solidariedade aos país, irmãos e familiares”. “Que Deus os conforte neste momento de imensa dor.”

LEIA TAMBÉM: “Nos unimos em oração por Ronaldo Filho”, diz Rogério Cruz sobre morte de filho de Caiado
LEIA TAMBÉM: Prefeitura de Goiânia decreta luto de três dias pela morte de Ronaldo Filho
LEIA TAMBÉM: Em nota, governo Bolsonaro presta condolências a Caiado pela morte de seu filho
LEIA TAMBÉM: Ronaldo Caiado se pronuncia sobre morte de filho: “Dor só não é maior que o amor”

O deputado federal Major Vitor Hugo também se manifestou pelo Twitter. “Meus mais sinceros e profundos sentimentos pela irreparável perda do Governador Ronaldo Caiado e de sua família. Que Deus conforte seus corações”, disse o governadoriável do PL.

Continua após a publicidade

Ex-reitor da Pontifícia Universidade Católica de Goiás (PUC-GO), Wolmir Amado publicou uma nota de pesar em seu perfil no Instagram. “Eu e toda a minha equipe estamos em orações pelas famílias, pedindo a Deus que os dê força para atravessar este momento de tanta tristeza”, disse o pré-candidato petista.

Leia mais sobre:
Política