24 de maio de 2024
ELEIÇÕES 2024 • atualizado em 13/04/2024 às 14:13

Pré-candidato do PL em Anápolis, Márcio Corrêa espera batismo de Bolsonaro em maio

Pré-candidato da extrema-direita afirma que está pronto para antagonismo com Republicanos e PT; Corrêa disse que já tem nove partidos em frente de apoio
Bolsonarista afirma que tem frente ampla com nove partidos foto Diário de Goiás
Bolsonarista afirma que tem frente ampla com nove partidos foto Diário de Goiás

O pré-candidato do PL à Prefeitura de Anápolis nas eleições desse ano, o deputado federal Márcio Corrêa, espera que o ex-presidente Jair Bolsonaro batize a chapa, prestigiando o lançamento oficial da sua pré-campanha, em maio. Em entrevista ao Diário de Goiás durante evento na cidade nesta sexta-feira (12), Corrêa disse que está disposto a ampliar para três os polos político-eleitorais na disputa municipal desse ano, concorrendo com a situação, que tem o Republicanos na prefeitura, e o Partido dos Trabalhadores, na oposição.

Em entrevista ao editor-chefe do DG, jornalista Altair Tavares ele considerou o inevitável  embate entre o PT e PL como natural, “pelas posições nas pesquisas eleitorais” e pelo que chamou de “calcificação política entre direita e esquerda”.  Nesse ponto, ele alfinetou o PT que tem no deputado estadual e ex-prefeito da cidade, Antônio Gomide, o melhor nas pesquisas.

“Não vamos deixar de fazer discussão sobre os problemas econômicos que o Partido dos Trabalhadores tem trazido para o país”, afirmou. Questionado sobre as polêmicas pautas de gênero e família, tradicionais entre os políticos bolsonaristas, Corrêa disse que vai debater política como um todo” e que a “discussão nacional estará presente”. Ele disse que a ida de Bolsonaro no lançamento da pré-candidatura está sendo negociada para ocorrer possivelmente em maio.

Sobre a relação com o atual prefeito de Anápolis, Roberto Naves, presidente estadual do Republicanos, ele deixou claro que será de antagonismo. “Estamos com uma alternativa diferente para os desafios crônicos de Anápolis”, resumiu.

Já sobre eventual apoio do governador Ronaldo Caiado (UB) a sua chapa, ele disse que tem esperança, mas “entendemos o posicionamento dele”. Depois, afirmou acreditar que no afunilamento para eventual segundo turno, se ele passar na avaliação do eleitor, contará com esse apoio.

Frente de partidos

Márcio Corrêa garantiu que está junto com nove partidos, “em uma frente ampla” que segundo ele, já conta com sete chapas completas de pré-candidatos a vereador. “Todas as semanas temos anunciado essas chapas, como  já ocorreu com o Novo, Solidariedade, MDB e PRD”.


Leia mais sobre: / / / Eleições 2024 / Política

Marília Assunção

Jornalista formada pela Universidade Federal de Goiás. Também formada em História pela Universidade Católica de Goiás e pós-graduada em Regulação Econômica de Mercados pela Universidade de Brasília. Repórter de diferentes áreas para os jornais O Popular e Estadão (correspondente). Prêmios de jornalismo: duas edições do Crea/GO, Embratel e Esso em categoria nacional.