17 de maio de 2022
Economia

Portabilidade tira servidores da CAIXA

Em dezembro passado, a CAIXA comprou a administração da folha de pagamento dos servidores públicos do Estado de Goiás pelo valor de R$450 milhões de reais. Um negócio que teve que ser acelerado para que evitasse o período de início da portabilidade da conta salário, que entrou em vigor em janeiro deste ano.

Fontes oficiais da CAIXA relataram que 10% das 155 mil contas deixaram a instituição em virtude da portabilidade. Portanto, cerca de15 mil servidores teriam saído do banco.

Continua após a publicidade

O Itaú desenvolve uma campanha em que convida os servidores públicos do Estado de Goiás retornem para as antigas agências.

Uma reclamação recorrente por parte dos funcionários públicos do governo de Goiás é com os problemas do atendimento.

Mas, a CAIXA está se movimentando também. As comunicações com as ofertas de redução das taxas de juros em empréstimos, consignado, contratos habitacionais e outras modalidades, tem sido uma estratégia inteligente. Ela vai de encontro às necessidades de uma categoria que sempre reclama do salário.

Continua após a publicidade

A disputa continua. Se a CAIXA vai conter a onda, é outra história.

Leia mais sobre:
Economia