logomarcadiariodegoias2017

Captura de Tela 2018-04-07 às 12.04.08.pngFalando em nome da base aliada na solenidade de posse do novo governador José Eliton (PSDB), o deputado Simeyzon Silveira (PSD) não só  fez um discurso consistente e bem construído como também rebateu com elegância e contundência o discurso do deputado Luis Cesar Bueno (PT), representante da oposição. Ele afirmou que Eliton encarna a renovação da proposta do Tempo Novo de Marconi Perillo O discurso foi o mais elogiado do evento.


Simeyzon argumentou que que José Eliton, apesar da pouca idade e de não ser político de carreira, tem experiência consistente na administração pública. "Ele foi testado em inúmeras ocasiões como governador interino e teve bom desempenho como presidente da Celg, secretário de Segurança Pública e titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico."


O deputado destacou também a discrição e a lealdade a toda prova de Eliton ao governador Marconi Perillo. Ele disse que o novo governador cumpriu com eficiência e efetividade as missões que a ele foram destinadas e se revelou como gestor público de corte técnico e de virtudes políticas. "Além do mais, Eliton encarna sobretudo uma proposta de renovação e oxigenação política, o que é sempre bem-vindo", enfatizou.


Rebatendo o deputado petista Luis Cesar Bueno, Simeyzon ressaltou que legado do governador Marconi Perillo é extenso e tem repercussão em todas as áreas, notadamente na Educação, Saúde, Habitação, Malha Viária, Saneamento, Inovação Tecnológica, Programas Sociais e Cultura.


"Para ficarmos apenas no contexto econômico, cito a multiplicação do Produto Interno Bruto de Goiás, que saltou de 17 bilhões de reais em 1997 para uma previsão de 200 bilhões reais em 2018.  O PIB goiano cresceu em média 3,3% no período, um terço a mais do que o PIB brasileiro", pontuou. 

Ele observou também que economia goiana abriu-se para o mundo. "Em 20 anos, as exportações de Goiás em 20 anos passaram de 325 milhões de dólares para quase 7 bilhões de dólares", disse, acrescentando que, entre os anos1998 e 2017, foram gerados mais de 1 milhão e 100 mil empregos, enquanto a renda per capita cresceu acima da média nacional, com a consequente redução da distância entre pobres e ricos.


O deputado afirmou que as contas públicas estão em dia em Goiás, ao contrário de estados como o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul. Ele realçou que os salários dos servidores não se atrasaram e são pagos de acordo com a lei.  "A gestão fiscal correta produziu estabilidade e o registro é de normalidade nos serviços prestados pelo estado", salientou.


Simeyzon afirmou ainda que Goiás encerrou o ano de 2017 com o menor percentual de endividamento público dos últimos 20 anos, sendo necessário menos de um orçamento anual para liquidar a dívida. Lembrou o programa Goiás na Frente, que, segundo ele, revelou a natureza republicana do governo, que está levando obras e benefícios a todos os municípios goianos.


Por fim, o parlamentar disse que o novo governador tem a responsabilidade de zelar pelo legado de Marconi, desdobrando-se para que não haja solução de continuidade e que passos à frente sejam empreendidos. "Da parte da base aliada na Assembleia Legislativo, posso assegurar que o novo governo terá o nosso apoio integral", garantiu.


"Nesta Casa, o novo governador sempre encontrará a porta aberta para o convívio produtivo e respeitoso, baseado, sobretudo, na ponderação, no diálogo e no entendimento. Desejo, portanto, que obtenha êxito nas suas ações e, sob a proteção de Deus, conduza os destinos do nosso querido estado sem soberba e arrogância, mas sempre com discernimento, serenidade, harmonia e principalmente, humildade."


Simeyzon encerrou seu discurso  desejando boa sorte e elogiando o ex-governador Marconi Perillo e a primeira-dama Valéria Perillo.

 

A seguir, a íntegra do discurso do deputado Simeyzon:

"Senhor Presidente, senhoras deputadas e senhores deputados,

Hoje é um dia muito importante para o estado de Goiás. 

Importante porque nesta manhã de sábado assume o comando do Poder Executivo um novo governador, o doutor José Eliton de Figuerêdo Júnior, que, eleito pelo povo goiano, exerceu o cargo de vice-governador. 

Ao saudar o novo mandatário do governo de Goiás, o faço reverenciando a figura do governador Marconi Perillo, cujo legado de quatro gestões realizadoras agora é confiado às mãos de um profissional do Direito, um jovem advogado, que tem as suas raízes fincadas no município de Posse, na região do Nordeste goiano.

José Eliton, apesar da pouca idade e de não ser político de carreira, apresenta-se com uma experiência consistente na administração pública.

Foi testado em inúmeras ocasiões como governador interino e teve bom desempenho como presidente da Celg, secretário de Segurança Pública e titular da Secretaria de Desenvolvimento Econômico.

Discreto e de uma lealdade a toda prova ao governador Marconi Perillo, cumpriu com eficiência e efetividade as missões que a ele foram destinadas e se revelou como gestor público de corte técnico e de virtudes políticas.

Além do mais, José Eliton encarna uma proposta de renovação e oxigenação política, o que é sempre bem-vindo. 


Eu diria que o novo governador chega com muita tranquilidade e com um grande senso de responsabilidade.

Tranquilidade porque é um homem preparado e tem consciência do desafio de governar o estado.

E responsabilidade porque tem a tarefa inafastável de levar adiante um projeto de gestão que deu certo e cujo conjunto de avanços alcançados encarna a força modernizadora de Goiás.

O legado do governador Marconi Perillo é extenso e tem repercussão em todas as áreas, notadamente na Educação, Saúde, Habitação, Malha Viária, Saneamento, Inovação Tecnológica, Programas Sociais e Cultura.

Para ficarmos apenas no contexto econômico, cito a multiplicação do Produto Interno Bruto de Goiás, que saltou de 17 bilhões de reais em 1997 para uma previsão de 200 bilhões reais em 2018. 

O PIB goiano cresceu em média 3,3% no período, um terço a mais do que o PIB brasileiro.

A nossa economia abriu-se para o mundo: as exportações de Goiás em 20 anos passaram de 325 milhões de dólares para quase 7 bilhões de dólares. 

Entre 1998 e 2017 foram gerados mais de 1 milhão e 100 mil empregos, enquanto a renda per capita cresceu acima da média nacional, com a consequente redução da distância entre pobres e ricos.

As contas públicas estão em dia: ao contrário de estados como o Rio de Janeiro e o Rio Grande do Sul, os salários dos servidores não se atrasaram e são pagos de acordo com a lei.

O gestão fiscal correta produziu estabilidade e o registro é de normalidade nos serviços prestados pelo estado.

Goiás encerrou o ano de 2017 com o menor percentual de endividamento público dos últimos 20 anos, sendo necessário menos de um orçamento anual para liquidar a dívida.

O Programa Goiás na Frente, que revelou a natureza republicana do governo, está levando obras e benefícios a todos os municípios goianos.

É claro que existem carências e o estado precisa avançar muito ainda no combater às desigualdades sociais e o desperdício do dinheiro público, mas estamos no caminho certo.

É este legado que agora o novo governador tem a responsabilidade de zelar, desdobrando-se para que não haja solução de continuidade e que passos à frente sejam empreendidos.

Da parte da base aliada na Assembleia Legislativo, posso assegurar que o novo governo terá o nosso apoio integral.

Nesta Casa, sempre encontrará a porta aberta para o convívio produtivo e respeitoso, baseado, sobretudo, na ponderação, no diálogo e no entendimento.

Desejo, portanto, que o novo governador obtenha êxito nas suas ações e, sob a proteção de Deus, conduza os destinos do nosso querido estado sem soberba e arrogância, mas sempre com discernimento, serenidade, harmonia e principalmente, humildade. 

Reservei as minhas últimas palavras para cumprimentar e desejar boa sorte ao governador Marconi Perillo, que tem o nosso reconhecimento pelo muito fez pelo nosso estado.

Fiz oposição responsável e construtiva ao seu governo no meu primeiro mandato.

Com o tempo, as nossas divergências se tornaram convergências e hoje, com identidade de propósitos, integro a base aliada e cerro fileiras em defesa do que considero ser melhor proposta para Goiás.

O senhor, governador Marconi Perillo, e a primeira-dama Valéria Perillo, pela sua grande sensibilidade social, merecem o nosso aplauso.

Ao concluir, agradeço a Deus pela oportunidade de exercer o mandato de deputado estadual e, com o meu modesto trabalho, poder ajudar a construir um futuro melhor e mais justo para Goiás e nossa gente.

Muito obrigado."

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

SEARCH