logomarcadiariodegoias2017

Joel Sant’Anna Braga Filho. (Foto: Reprodução/Facebook)
joel santanna foto reproducao facebook 2.jpg

Joel Sant’Anna Braga Filho saberá nesta sexta-feira (6) se terá espaço para sua pré-candidatura a deputado federal pelo Partido Progressista (PP). Com a manutenção de Alexandre Baldy (PP) no Ministério das Cidades, Joel terá possibilidades de assumir a vaga do irmão na Câmara dos Deputados. Ao Diário de Goiás, Joel destacou que Baldy tem até o final do dia para decidir.

“O ministro Alexandre Baldy ainda tem todo o dia de hoje para fazer a sua conversação com o governo federal, com o presidente da República, com o presidente da Câmara, com o presidente do partido, e vai decidir. Nós temos que aguardar uma decisão do ministro. Mas na manhã de hoje ele fez a instalação da Comissão Provisória em Goiânia, fez uma reunião com o deputado Balestra, o deputado Sandes, e nós, como membros do Diretório Regional do PP em Goiás, já deliberou as ações votadas no Diretório e na Comissão Provisória. Vamos trabalhar na filiação de mais um deputado. Hoje o PP é um dos maiores partidos, senão o maior partido, da Câmara Federal. Passou, inclusive, o MDB no número de deputados. É um partido muito forte, que cresce e nós queremos que Goiás passa levar uma grande bacana para Brasília no ano que vem e, aqui na Assembleia Legislativa, elegermos vários candidatos e várias novas lideranças que virão no PP”, disse.

Segundo Joel Santana, Alexandre Baldy foi requisitado por todos do governo federal para que continuasse à frente do Ministério das Cidades e continue fazendo o trabalho de destravar as obras, principalmente da área de habitação. No entanto, o ministro deve avaliar o que será melhor para a carreira política.

“A pedido do próprio presidente da República, que está fazendo um excelente trabalho, e se destacou perante todo o Brasil entre as obras que ele acelerou após esses cinco meses à frente do Ministério. A cobrança de que ele fique é de todo o governo federal pelo excelente trabalho que vem fazendo. Mas ele tem que também pesar a questão do seu mandato e sua representatividade, e ver para Goiás e para o Brasil o que ele vai decidir, se fica ou se sai”, concluiu Joel Sant’Anna.

Leia mais:

Sugestões e críticas, mande um Zap para a Redação

whatsapp 512

62 9 9820-8895

+ SAIBA MAIS, PESQUISE NO DG

SEARCH