24 de junho de 2024
Ação conjunta • atualizado em 18/02/2024 às 10:26

Policiais Penais de Goiás participam da operação de captura dos presos foragidos de Mossoró

A pedido do Ministério da Justiça, os doze agentes de Goiás embarcaram para o Rio Grande do Norte no último sábado (17)
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

A pedido da Secretaria Nacional de Políticas Penais, por meio do Ministério da Justiça, solicitado na última sexta-feira (16), doze Policiais Penais de Goiás auxiliarão na operação de busca e captura dos presos foragidos da Penitenciária Federal de Mossoró (RN). Após autorização da Secretaria de Estado da Segurança Pública (SSP-GO), os agentes embarcaram para o Rio Grande do Norte no sábado (17).

A fuga dos dois presos aconteceu no dia 14 de fevereiro e é a primeira ocorrência do tipo na segurança máxima federal do Brasil. De acordo com informações da investigação, na noite de sexta-feira (16), os dois fugitivos invadiram uma casa na zona rural e fizeram uma família refém, escapando depois com celulares e alimentos.

A aparição indica que eles estão por perto, o que deixou as buscas ainda mais intensas na região. Já são mais de 300 agentes envolvidos na caçada. Os Policiais Penais de Goiás são integrantes do Grupo de Operações Penitenciárias Especiais (Gope) e da Gerência de Inteligência e Observatório da Diretoria-Geral de Polícia Penal. São servidores com experiência, aptidão e conhecimento em operações de extrema tensão.

Além de veículos e armamentos, a equipe de Goiás levou dois drones com visão noturna e termal, equipamentos de alta tecnologia pertencentes à DGPP. As aeronaves não tripuladas compõem o conjunto de itens recém-adquiridos pelo Governo de Goiás e investidos no sistema penitenciário goiano.

Conforme o diretor-geral de Polícia Penal, Josimar Pires, a equipe trabalha também na captura de foragidos de outros estados. “Este mês participamos da recaptura de dois foragidos na Bolívia. Também pegamos um em uma praia do Rio de Janeiro. Em dezembro, ajudamos na recaptura de um foragido na Bélgica. Vamos trabalhar na recaptura destes dois e tenho certeza que iremos lograr êxito em mais uma missão”, destaca Josimar.


Leia mais sobre: / / / Notícias do Estado

Luana Cardoso

Luana

Atualmente atua como repórter de cidades, política e cultura. Editora da coluna Crônicas do Diário. Jornalista formada pela FIC/UFG, Bióloga graduada pelo ICB/UFG, escritora, cronista e curiosa. Estagiou no Diário de Goiás de 2022 a 2024.