18 de abril de 2024
Sem documentação

Polícia resgata 30 internos de clínica clandestina em condições precárias, em Hidrolândia

Durante a execução de um mandado de busca e apreensão, autoridades da Vigilância Sanitária Estadual, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros estiveram presentes
(Foto: divulgação/PCGO)
(Foto: divulgação/PCGO)

Ao menos trinta pacientes de uma clínica clandestina de reabilitação foram resgatados em Hidrolândia, na Região Metropolitana de Goiânia nesta sexta-feira (23). Segundo informações da Polícia Civil de Goiás (PCGO), os pacientes estavam vivendo em condições precárias dentro da instalação, destinada à recuperação de indivíduos dependentes de substâncias químicas.

Após receber denúncias sobre possíveis abusos e administração inadequada de medicamentos controlados sem prescrição médica, a Vigilância Sanitária inspecionou o local e confirmou que a clínica clandestina operava sem os documentos legais necessários, como alvará e outros certificados exigidos. Apesar de ter sido inicialmente interditada no início de fevereiro deste ano, as investigações revelaram que a clínica continuou operando clandestinamente.

Durante a execução de um mandado de busca e apreensão, autoridades da Vigilância Sanitária Estadual, Polícia Militar e Corpo de Bombeiros estiveram presentes. Os pacientes foram transferidos para os cuidados de seus familiares com o auxílio de uma ambulância. O nome da clínica não foi divulgado pelas autoridades policiais, impossibilitando a obtenção de um posicionamento por parte dos responsáveis.

Leia também: Polícia investiga origem de submarino encontrado por pescadores em rio no Pará


Leia mais sobre: / / / Notícias do Estado

Carlos Nathan Sampaio

Jornalista formado pela Universidade Federal e Mato Grosso (UFMT) em 2013, especialista Estratégias de Mídias Digitais pelo Instituto de Pós-Graduação e Graduação de Goiânia - IPOG, pós-graduado em Comunicação Empresarial pelo Senac e especialista em SEO.