23 de julho de 2024
Cidades

Polícia espera capturar suspeito de chacina no DF ainda nesta terça-feira (15)

Polícia faz cerco em povoado de Cocalzinho. (Foto: SSP-GO)
Polícia faz cerco em povoado de Cocalzinho. (Foto: SSP-GO)

A força-tarefa que procura por Lázaro Barbosa Sousa, de 32 anos, espera capturá-lo ainda nesta terça-feira (15). O cerco está em Edilândia, povoado de Cocalzinho de Goiás, onde há relatos mais recentes do aparecimento do homem.

Sousa é homem apontado como responsável pela morte de quatro pessoas de uma mesma família em Ceilândia (DF), além de uma quinta vítima em Goiás, prossegue em Edilândia, povoado de Cocalzinho de Goiás. Mais de 200 policiais atuam para capturar o indivíduo.

Segundo o secretário de Segurança Pública, Rodney Miranda, o cerco se aproxima do suspeito. “Temos boas pistas. Estabelecemos um perímetro e estamos concentrando boa parte dos esforços ali. Acredito que nas próximas horas possamos ter sucesso”, ressaltou.

Miranda revelou que o indivíduo foi visto por duas pessoas e procurou por comida. Um deles foi um caseiro, com quem trocou tiros na noite desta segunda-feira (14). “Ele [Lázaro] deu a volta na casa e efetuou alguns disparos com uma arma calibre 380, que ele tinha roubado de uma residência, onde ele baleou outras três pessoas. Eu estive lá, conversei com o caseiro. Ele acha que o baleou, mas acredito que não, já que não havia vestígios disso”, detalhou.

A SSP-GO trata o suspeito como um psicopata. Ele tem histórico de crimes. Na Bahia, seu estado natal, foi preso pelo assassinato de dois trabalhadores rurais. Ele teria ainda baleado três pessoas no último sábado (12), em Cocalzinho de Goiás, deixando duas delas em estado grave. Lázaro Barbosa Sousa também procurado no DF e em Goiás por crimes de roubo, estupro e porte ilegal de arma de fogo.

“É um psicopata. Não é a primeira vez que comete crimes. Ele conhece muito bem a área, é nascido e criado ali. É mateiro e está fazendo esforço enorme para se esconder e fugir da polícia. Mas nós também estamos fazendo um esforço enorme e vamos conseguir capturá-lo e apresentá-lo à Justiça o mais breve possível”, disse Rodney Miranda.


Leia mais sobre: / / Cidades / Destaque 2