26 de maio de 2024
Operação Carga Cara • atualizado em 05/04/2024 às 10:20

Operação da polícia efetua sequestro milionário e apreende carros e lanchas de suspeitos de estelionato

Grupo é suspeito de contratar cerca de 29.847 fretes superfaturados e causar prejuízo estimado de R$ 47.505.796,10 a uma empresa de Goiás
Polícia efetuou o sequestro de bens e valores encontrados na posse do investigados. (Foto: Divulgação/PCGO).
Polícia efetuou o sequestro de bens e valores encontrados na posse do investigados. (Foto: Divulgação/PCGO).

Nesta última quinta-feira (4), a Polícia Civil do Estado de Goiás, por meio do Grupo Especial de Investigação Criminal (Geic) de Anápolis, deflagrou a segunda fase da ‘Operação Carga Cara’ que cumpriu 10 mandados de busca e apreensão em São Paulo, Goiás, Paraná e Santa Catarina contra um grupo suspeito de estelionato.

A polícia também efetuou o sequestro de R$ 16 milhões e 200 mil nas contas bancárias dos investigados, o sequestro de 11 veículos de luxo, o sequestro de uma lancha, além do sequestro de outros bens e valores encontrados na posse dos investigados. Após 36 meses de investigação, o grupo é suspeito de contratar cerca de 29.847 fretes superfaturados e causar prejuízo estimado de R$ 47.505.796,10 a uma empresa de Goiás.

A investigação que se iniciou em 2022 descobriu um esquema criminoso no setor de transportes de cargas entre o Porto Paranaguá (PR) e cinco fábricas de uma grande empresa de fertilizantes de Goiânia. Segundo a polícia o grupo atuava com o direcionamento dos fretes majoritariamente para uma empresa transportadora; superfaturamento artificial do valor do frete e cobrança a maior sobre o valor já superfaturado.

A polícia efetuou o sequestro de R$ 16 milhões e 200 mil nas contas bancárias dos investigados. (Foto: PCGO).

Canal de denúncias do estado

A Secretaria de Segurança Pública reforça que o apoio da população é fundamental para as forças de segurança atuarem cada vez mais assertivamente no combate à práticas criminosas. O cidadão pode contribuir com denúncias, de forma segura e anônima, através do aplicativo “Goiás Seguro”. O aplicativo está disponível em todas as lojas de apps para celulares.

Além disso, as denúncias podem ser feitas pelo Disque Denúncia da Polícia Civil, no número 197, ou da Polícia Militar, pelo telefone 190. Para checar o contato da viatura mais próxima em sua cidade ou em seu bairro, basta baixar o aplicativo “Goiás Seguro” ou acessar o site da PMGO, no endereço: https://www.pm.go.gov.br/disque-denuncia.


Leia mais sobre: / / / Cidades / Notícias do Estado

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019