10 de agosto de 2022
Cidades

Polícia cumpre mandados de busca e apreensão contra associação criminosa que aplicava golpes na venda de veículos

Foto: divulgação Polícia Civil
Foto: divulgação Polícia Civil

A Delegacia Estadual de Repressão a Crimes Cibernéticos (DERCC), coordena nesta quinta-feira (16), uma operação que visa o cumprimento de 15 mandados de busca e apreensão e exclusão de 15 grupos da rede social Facebook.

A investigação durou cerca de quatro meses, e identificou 15 pessoas que atuavam como “Laranjas” da associação criminosa voltada para golpes na venda de veículos pela Internet, além de identificar 15 grupos da rede social Facebook, através dos quais eram ofertados diversos ilícitos.

Continua após a publicidade

Uma empresa denominada “Ferrari Veículos”, que ficticiamente seria localizada na cidade de Crixás, anunciava fraudulentamente pela Internet a oferta de diversos veículos para venda, apresentando valores atrativos aos interessados na compra.

Após realizarem transferências com a finalidade de garantir a compra dos carros anunciados, as vítimas percebiam que haviam caído em um golpe, já que a empresa “Ferrari Veículos” sequer existe fisicamente no endereço da cidade de Crixás, e os carros adquiridos não seriam entregues.

Em decorrência das investigações, foram identificadas 25 vítimas, e 15 “Laranjas”, que teriam colaborado com a fraude, ao cederem suas contas bancárias para recebimento dos valores pecuniários transferidos pelas vítimas, contra os mesmos foram expedidos Mandados de Busca e Apreensão Domiciliares que foram cumpridos na manhã desta quinta-feira.

Continua após a publicidade

Como resultado da investigação a polícia identificou 15 grupos da rede social Facebook, através dos quais diversos produtos de origem ilícita e prestação de serviços criminosos eram ofertados e contratados, como: aluguel de Contas bancárias, venda de cartões bancários e dinheiro falsos e venda de celulares e dentre outros.

 A Polícia Civil representou judicialmente pela exclusão dos grupos, sendo o pedido atendido e os grupos excluídos. Os 15 grupos  possuíam mais de 1 milhão e 200 mil seguidores.