23 de julho de 2024
INVESTIGAÇÃO

Polícia Civil prende suspeito de matar lutador de MMA a tiros em Goiânia

Suspeito de executar lutador de MMA foi preso em menos de 48 horas após o crime, mas motivação não foi divulgada
Caso aconteceu na terça-feira (12) em Goiânia. (Foto: Reprodução)
Caso aconteceu na terça-feira (12) em Goiânia. (Foto: Reprodução)

O suspeito de assassinar a tiros o empresário e lutador de MMA Paulo Henrique Rodrigues, de 28 anos, dentro da oficina dele foi preso pela Polícia Civil. O caso aconteceu na Vila Adélia, próxima a Vila Canaã em Goiânia, na última terça-feira (12).

O homem foi detido na quinta-feira (14), mas a motivação do crime não foi divulgada. As informações preliminares apontam que a vítima foi executada com pelo menos seis disparos de arma de fogo. Após o crime, o Corpo de Bombeiros foi acionado, constatando a morte ainda no local.

Segundo relatos de testemunhas, um homem teria entrado na oficina com uma máscara descartável no rosto e efetuou os disparos contra o lutador de MMA, fugindo logo em seguida na companhia de um segundo suspeito. A Polícia Militar realizou uma ronda nas proximidades, mas não localizou os homens no dia que o caso aconteceu.

O caso segue em investigação pela equipe da Polícia Civil. A família do lutador de MMA afirma que Paulo Henrique não possuía desavenças conhecidas e também não sabem de ameaças de morte contra ele.


Leia mais sobre: / / / / / Cidades

Maria Paula

Jornalista formada pela PUC-GO em 2022 e MBA em Marketing pela USP.