20 de maio de 2024
Equívoco

Polícia Civil invade casa por engano durante cumprimento de mandado em Aparecida de Goiânia

Em nota a polícia afirma que os supostos abusos cometidos já estão sendo investigados pela Superintendência de Correição e Disciplina da corporação
Imagens das câmeras de segurança registraram o momento em que os agentes chegaram à casa no setor Parque Industrial Santo Antônio. (Foto: ).
Imagens das câmeras de segurança registraram o momento em que os agentes chegaram à casa no setor Parque Industrial Santo Antônio. (Foto: ).

Durante o cumprimento de mandado, a Polícia Civil de Goiás invadiu uma casa em Aparecida de Goiânia por engano. O caso aconteceu na manhã desta última quinta-feira (11). Imagens das câmeras de segurança registraram o momento em que os agentes chegaram à casa no setor Parque Industrial Santo Antônio.

Uma das moradoras filmou a discussão com os policiais e afirmou que o portão da casa foi arrombado. Na filmagem, os moradores pedem para que a polícia fale o nome da pessoa alvo do mandado. Após os policiais falarem o nome, a moradora alerta: “Quem é [essa pessoa]? O mandado está na casa errada”.

“Quero a minha advogada, eu tenho direito. Ela meteu a mão no meu pescoço. Olha o que vocês fizeram no meu portão”, afirma a moradora na gravação. Durante a confusão, uma policial aparece apontando uma arma para a moradora que não tem relação com o mandado.

Em nota, a Polícia Civil de Goiás informou que os mandados de prisão e busca e apreensão “foram cumpridos dentro da legalidade, conforme deferimento de ordem judicial”. O comunicado diz, ainda, que os supostos abusos cometidos já estão sendo investigados.

Confira na íntegra a nota da Polícia Civil de Goiás:

“A Polícia Civil de Goiás informa que os mandados de prisão e busca e apreensão foram cumpridos dentro da legalidade, conforme deferimento de ordem judicial. E que eventuais supostos abusos cometidos durante a operação já estão sendo investigados pela Superintendência de Correições e Disciplina da PCGO”.


Leia mais sobre: / Aparecida de Goiânia / Cidades

Elysia Cardoso

Jornalista formada pela Uni Araguaia em 2019