19 de julho de 2024
MARIA DA PENHA

PMGO evita feminicídio e prende agressor em Goiânia

Rapaz tentou matar ex-companheira que chegou a desmaiar; em Rio Verde, empresário matou ex a tiros
Ex-companheiro acabou preso pelos PMs antes de consumar feminidio - Foto: Reprodução redes sociais
Ex-companheiro acabou preso pelos PMs antes de consumar feminidio - Foto: Reprodução redes sociais

A Polícia Militar evitou um feminicídio e prendeu neste sábado (27) um jovem de 21 anos que estava agredindo a ex-companheira, uma jovem de 18 anos. A vítima já estava desmaiada quando os militares contiveram e prenderam o rapaz na Vila Pedroso.

Segundo os policiais, o agressor estava solto havia apenas 4 meses. Ele foi preso pelo crime de receptação. Conforme eles, a vítima relatou que foi surpreendida pelo ex-companheiro na rua de sua residência na Vila Pedroso. O rapaz teria atacado a jovem com golpes de capacete.

Quando ela desmaiou, foi levada de carro para a casa do autor, onde as agressões aumentaram e ela chegou a ser perseguida por ele que usava com uma faca. A jovem escapou e acionou o 190. Uma viatura do 30° BPM que patrulhava próximo do local e respondeu ao chamado pelo  rádio em tempo de localizar o autor.

De acordo com a PM, o suspeito resistiu à prisão. Ele vai ser autuado por desobediência e tentativa de feminicídio estando à disposição do Poder Judiciário.

Feminicídio consumado em Rio Verde

Já em Rio Verde, o empresário Oswaldo Fuga Filho, de 55 anos, matou a tiros a ex-companheira, a massagista Dalvanira Alves Martins Fuga, de 44 anos. Depois ele se matou na madrugada deste sábado.

Oswaldo tinha enviado uma mensagem para uma parente da vítima comunicando que cometeria o crime. Familiares encontraram os corpos. O IML liberou os corpos, mas não foram divulgados detalhes sobre velórios e sepultamentos.


Leia mais sobre: / / / Goiânia

Marília Assunção

Jornalista formada pela Universidade Federal de Goiás. Também formada em História pela Universidade Católica de Goiás e pós-graduada em Regulação Econômica de Mercados pela Universidade de Brasília. Repórter de diferentes áreas para os jornais O Popular e Estadão (correspondente). Prêmios de jornalismo: duas edições do Crea/GO, Embratel e Esso em categoria nacional.